Cadeia de Barra Bonita é desativada

Inaugurada em dezembro de 1973, a unidade, com capacidade para abrigar 48 presos, teve seu funcionamento interrompido em alguns períodos

Por Paulo Grange 04/04/2019 - 08:32

A Cadeia Pública de Barra Bonita, unidade prisional de referência na região para presos por crimes sexuais, foi desativada. Segundo o Departamento de Polícia Judiciária do Interior 4 (Deinter-4), trata-se de uma medida momentânea que visa "otimizar o recolhimento de pessoas presas na área do Deinter 4-Bauru, bem como melhor aproveitamento de recursos materiais e humanos".

A desativação teve início no começo de março. Inaugurada em dezembro de 1973, a unidade, com capacidade para abrigar 48 presos, teve seu funcionamento interrompido em alguns períodos e foi reativada pela última vez em dezembro de 2007, quando passou a receber presos em trânsito.

O delegado Luiz Roberto Saud Bertozzo, coordenador de assuntos prisionais do Deinter-4, conta que os presos da cadeia foram remanejados para outras cadeias da área do Departamento. "O espaço continuará preservado nas suas funções de cadeia para pronto uso, se for entendido necessário", explica.

Segundo ele, a maioria dos presos em flagrante da região de Jaú que tem a prisão mantida nas audiências de custódia está sendo encaminhada para unidades da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

"Apenas os que não se enquadram nesta natureza (como presos temporários) são encaminhados à Cadeia Pública de Avaí", diz. "Os presos por crimes sexuais da área do Deinter que não forem recebidos em inclusão direta em unidades da SAP aguardam vaga na Cadeia de São Pedro do Turvo".

O delegado não informou o número de cadeias que funcionam hoje na região em espaços anexos à delegacias alegando tratar-se "de uma informação sensível", mas confirmou que é uma política de governo a contínua desativação destas unidades, com absorção dos presos pela SAP.

fonte: JC NET