Brotas ganha a Copa do Mundo de Rafting

Equipe Bozo D´Água representou o Brasil em campeonato na China e conquistou o título

Por José Luiz H. Galazzini 04/07/2018 - 18:48

Não teve pra ninguém! Deu Brasil na Copa do Mundo de Rafting R-4 (quatro atletas no bote), disputado de 27 a 29 de junho na China. Deu Brotas!!! O Brasil, que participou pela primeira vez do campeonato, foi representado pela equipe Bozo D´Água, que é da capital do turismo de aventura, na categoria masculino. Aliás, a equipe está acostumada a vencer: já tem no currículo sete títulos de campeonatos mundiais de rafting, o evento mais importante do esporte. E em outubro próximo vai atrás do oitavo título, na Argentina.

A Bozo D´Água fez bonito na China na disputa com mais sete países: República Tcheca, Nova Zelândia, Bósnia, Sérvia, China, Nepal e Argentina. Das três provas, o Brasil venceu duas e obteve um terceiro lugar. Além do troféu de campeão, muito festejado, os cinco integrantes da equipe (quatro titulares e um reserva) também ganharam medalhas. Antônio José Salvatti, um dos integrantes da Bozo D´Água, conta que a disputa foi dura. “Não tivemos nem tempo de reconhecer o rio onde fizemos as provas. Chegamos e já fomos competir. Foi difícil! Tivemos, inclusive, que mudar estratégia de descida, mas faturamos”, diz. 

Ele conta que a Copa do Mundo de Rafting é disputada nas categorias masculino e feminino e reúne países convidados. “Esta foi a primeira vez que o Brasil foi convidado, provavelmente pelo nosso desempenho nos campeonatos mundiais. Participamos somente na categoria masculino”, acrescenta. A equipe Bozo D´Água já está de volta a Brotas, mas continua treinando para o Campeonato Mundial de Rafting. “Vamos atrás do oitavo título de campeão”, completa.

Em Brotas, a equipe treina no Rio Jacaré-Pepira, que corta a cidade, o mesmo onde os turistas também fazem rafting. É um rio perfeito para a prática do esporte. Livre de poluição, tem corredeiras de diferentes níveis, que propiciam muita aventura. Já há bastante tempo, o brotense é expert em rafting. Prova disso é que sai da cidade a maioria dos atletas que defende o Brasil no esporte.

O rafting é a segunda atividade que mais atrai visitantes em Brotas, ficando atrás somente da visitação de cachoeiras. Mais que um passeio, uma atividade de lazer, descer o Jacaré-Pepira em bote inflável é uma experiência que propicia aos participantes enfrentar desafios, trabalhar em grupo e interagir com a natureza. E em Brotas, o rafting é praticado seguindo as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Todos os participantes usam equipamentos de segurança e são acompanhados por instrutor. E há, também, uma versão para as crianças, o minirrafting. A diferença é o percurso: mais curto e em trecho mais calmo do rio, sem corredeiras fortes. Há, também, o rafting que pode ser feito com pet e o noturno, em noites de lua cheia. O único requisito é gostar de diversão e de natureza.

Para quem curte adrenalina, o rafting é indicado inclusive no inverno, quando a água está mais fria. Para quem é friurento, a época agora é de aproveitar as atividades radicais de Brotas na terra e no ar, como caminhada, arvorismo, tirolesa, queda livre, off road, superbike, ciclismo e balonismo. Outra dica é fazer turismo rural e experimentar as delícias caipiras do município. Aliás, a gastronomia da cidade está em alta. Quem visitar Brotas até o final da Copa do Mundo tem a oportunidade de degustar as delícias do Broteco (Festival de Comida de Boteco de Brotas), que vai até 15 de julho. E em agosto, no dia 15, começa o festival Brotas Gourmet, que vai até 15 de setembro.