Diante de 2.500 pagantes, Galo dá o primeiro passo na busca pelo acesso

O XV jogou bem e chegou ao primeiro  gol com o atacante Batalla

Por Paulo Grange 07/04/2019 - 12:58

 

Terminou 1 a 1 o jogo de estréia do XV de Jaú de Jaú no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O resultado diante do Brasilis, no Jauzão, não era o esperado, já que todos queriam a vitória, mas o importante foi saber que o time tem potencial e que vai melhorar quando ampliar as contratações ao longo da temporada. Foram 2.500 pagantes, com renda de R$ 17.095,00. O torcedor aplaudiu o time no fim da partida, reconhecendo o valor da equipe jauense.

O XV folga na próxima rodada e volta jogar só no dia 21 de abril, em Limeira, contra o Independente. No dia 27 o XV jogará em Itapira (contra Itapirense), voltando a atuar no Jauzão no feriado do dia 1 de maio, contra o Jaguariúna, que perdeu neste domingo por 6 a 0 para o Independente.

A ansiedade da estreia acabou quando a bola rolou. O XV jogou bem e chegou ao primeiro  gol com o atacante Batalla. Ele mesmo sofreu a falta dentro da área e de imediato assumiu  a responsabilidade de fazer a cobrança. Cobrou com precisão e, junto com os amigos, foi comemorar com a torcida. Teve dancinha e tudo.

Ao longo da primeira etapa, o XV criou outras chances, dominava as ações no meio e partia forte para o ataque. O Brasilis pouco ameaçava, A melhor chance foi uma bola no travessão. No início do segundo tempo, logo aos seis minutos, o Brasilis empatou num gol olímpico com Bruce.

Foram alguns momentos em que o XV se perdeu em campo, mas logo se recuperou com as entradas de Gil aos 10 minutos e Vinicius Fleck aos 22. Com jogadas rápidas, o XV teve boas chances, tanto com Gi chutando por cima, como com Batalla de cabeça.

O meia Matheus China disse que "claro que a gente queria vitória,mas para o início foi um bom jogo, tivemos várias chances de finalização e infelizmente não conseguimos sair com a vitória."

O técnico Rogério China disse que o time "achou que tinha o jogo na mão" pela grande atuação na etapa inicial. "No futebol não pode pensar assim." Segundo ele, o Brasilis soube a aproveitar as poucas oportunidades e acabou contemplado com um gol olímpico. "Buscamos mais força no ataque, fizemos alterações, criamos oportunidades, mas infelizmente a bola não entrou."

 XV de Jaú: Rodrigo; Cafu, Michael Douglas, Caicedo e Matheus Vinicius; Danilo (Daniel), Carlos Magno e Angelo (Gil); Batalla, China e Rodolfo (Vinicius Fleck).

Brasilis: Rander; Vinicius, Samuel, João Pedro e Marcos; Bruce, Antonio Furigo e Rafael; Lucas, Luis Gabriel e Thulio.  Entraram ainda Kaique (lugar de Lucas) e Ricardo (lugar de Rafael).

Gols: Batalla (22min, 1o tempo) e Bruce (6min, 2o tempo)