CPI dos Plantões do São José pode ser aberta em Barra Bonita

Dois médicos do hospital tiveram bens bloqueados pela Justiça Federal

Por José Luiz H. Galazzini 08/03/2018 - 10:46

A Câmara de Barra Bonita estuda a criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a regularidade da aplicação de verbas públicas repassadas ao Hospital e Maternidade São José. O foco é fiscalizar o investimento no Pronto-Socorro (PS), pagamentos dos plantões e aquisição de produtos e serviços.

Projeto de Resolução assinado por dez vereadores foi aprovado por unanimidade na sessão desta segunda-feira (5) como objeto de deliberação. Para que a instauração da CEI ocorra de fato, a proposta precisa ser aprovada em definitivo em plenário.

A apresentação do documento foi motivada por recente ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF). No mês de fevereiro, dois médicos do hospital tiveram os bens bloqueados pela Justiça Federal a pedido da Procuradoria da República.

O Legislativo já batizou a CEI de "CPI dos Plantões". Segundo o projeto, a investigação abrangerá o período de 1 de janeiro de 2015 até a data de instalação da CEI e os três membros serão escolhidos por sorteio.

A Câmara explica que secretários, diretores e demais servidores que integram o quadro da administração municipal poderão ser convocados para prestar esclarecimentos. 

"A sociedade tem contribuído com o hospital em diversas oportunidades e espera que os vereadores fiscalizem os recursos públicos que a entidade recebe", diz o vereador Marquinhos Gava (PR), que assina o documento com outros nove parlamentares.

Bloqueio

Conforme divulgado pelo JC, em fevereiro, dois médicos que atuavam no PS do São José tiveram os bens bloqueados até o limite de R$ 94,9 mil por suspeita de enriquecimento ilícito e violação de princípios da administração pública.

Segundo os autos, com apoio do coordenador de plantões do PS, um plantonista recebeu indevidamente pagamentos em dobro por plantões realizados entre junho de 2016 e março de 2017.