Inscrições abertas para oficina Crônicas de Observação

.

Por Paulo Grange 09/09/2019 - 12:02

No período de 15 a 22 de setembro, a Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, Pontos MIS, Academia Jauense de Letras, Literocupa, Secretaria de Educação e Museu Municipal, realiza a 8ª Edição do Festival Literário de Jahu.

Dentro da programação, nos dias 17 e 18 de setembro (terça e quarta-feira, respectivamente), haverá uma oficina sobre artes plásticas e crônicas. “É um trabalho relacionado ao desenho de observação e também crônicas de observação. É uma oficina na área de literatura gratuita, aberta ao público, e realizada em parceria com a Secretaria do Estado da Cultura e Economia Criativa. Garanta já sua inscrição por meio do telefone 3602-4777 ou pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe_T2n8x0dAQL-42kN84e05KNaRqo HqdhFQ04JqWS2LbHGyw/viewform”, reforça a secretária de Cultura e Turismo, Carolina Panini.

Ao final da atividade, os participantes receberão certificado.

SERVIÇO

Inscrições abertas para oficina “Crônicas de Observação”

Data da oficina: 17 e 18 de setembro (terça e quarta-feira, respectivamente)

Horário: 18h às 22h

Local: Museu Municipal “José Raphael Toscano”

Avenida João Ferraz Neto, 201

Inscrições devem ser feitas pelo telefone 3602-4777 ou pelo link  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe_T2n8x0dAQL-42kN84e05KNaRqo HqdhFQ04JqWS2LbHGyw/viewform

SINOPSE DA ATIVIDADE

Inspirado em um dos exercícios mais antigo das artes plásticas, o desenho de observação, Crônicas de Observação traz à literatura o estudo da imagem para escrita criativa. A partir de estímulos visuais, serão propostas atividades de criação de personagens e cenários.

MINICURRÍCULO
Renata Cirilo é escritora de poesias e prosas, formou-se em Ciências Sociais e fez pós-graduação em Formação de Escritores e Especialistas em Produção de Textos Literários. Escreve mensalmente para o Blog das 30 pessoas, e para o próprio blog Tábua Literária, atua como produtora cultural do Coletivo Escrita Aberta de criação, difusão e formação em literatura e é gestora e produtora de políticas públicas culturais. Tem textos publicados em antologias e atualmente dedica-se a escrever o seu primeiro romance.