Sendi/Bauru derrota Basquete Cearense e sobe para a quinta colocação no NBB10

Sendi/Bauru derrota Basquete Cearense e sobe para a quinta colocação no NBB10

Por José Luiz H. Galazzini 11/01/2018 - 08:43

Em sua segunda partida em casa, o Sendi/Bauru Basket garantiu sua nona vitória em 13 jogos ao bater o Basquete Cearense por 87 a 82, nessa quarta-feira (10) à noite, no ginásio Panela de Pressão. Com o resultado, o Dragão sobe para a quinta posição na tabela de classificação do NBB10, agora com nove vitórias em 13 jogos. O time bauruense volta a jogar na quarta-feira da semana que vem, quando encara o Vasco no Rio de Janeiro, às 20h.

Assim como no triunfo diante do Vitória na última segunda-feira, o Sendi/Bauru não contou, nessa quarta, com o ala lituano Osvaldas Matulionis, que se recupera de uma fascite plantar no pé esquerdo, nem com o pivô Maikão, recuperando-se de uma fratura no quarto dedo da mão esquerda, além do ala/armador Gui Santos, que passou por cirurgia após sofrer rompimento de LCA (ligamento cruzado anterior) e menisco do joelho direito e só deve voltar em nove meses.

O JOGO

Com jogo rápido e eficiente no ataque, o Basquete Cearense conseguiu abrir vantagem de 5 a 0 logo no início. A reação do Sendi/Bauru começou com Alex Garcia, na bandeja e no chute de fora. Hettsheimeir começou o jogo com a pontaria calibrada. Em cinco minutos, o camisa 30 se manteve com 100% de aproveitamento em todas as finalizações, anotando 12 pontos e comandando a reação do Dragão. Mas o time cearense seguiu pontuando bem, principalmente com Fiorotto que terminou o primeiro quarto com dez pontos e garantiu o empate em 23 pontos entre os times.

O segundo quarto começou com Gabriel Jaú abrindo vantagem para o Dragão com chute do perímetro (26 a 23). Com ataque e defesa fluindo, o Bauru abriu 32 a 23. Com Duda e Stefano entrando bem no jogo, o time bauruense segurou a boa vantagem e terminou o primeiro tempo com dez pontos de frente (48 a 38).

O time cearense voltou melhor e diminuiu a diferença logo nos primeiros minutos. Na metade do terceiro quarto, Hettsheimeir, mais uma vez, comandou nova reação bauruense convertendo bola dentro do garrafão e garantindo três pontos ao fazer o lance de bonificação livre (59 a 46). Restando pouco mais de um minuto para o fim do período, Gabriel Jaú converteu cinco pontos na sequência e jogou a diferença para 13 pontos (64 a 51). No estouro do cronômetro, Alex, de longe, garantiu a vantagem de 16 pontos para o último quarto (67 a 51).

O Basquete Cearense reagiu na útlima parcial e foi tirando a diferença até encurtar para apenas três pontos faltando 11 segundos para o final. O técnico Demétrius Ferracciú pediu tempo. Na volta, Alex sofreu falta. Na cobrança, o ala perdeu os dois lances livres para desespero da torcida no ginásio. Porém, Duda conseguiu o rebote ofensivo e sofreu nova falta. O ala/armador converteu os dois lances livres e acabou com qualquer esperança do Basquete Cearense. Final, Sendi 87 a 82.

Recordes pessoais

Na vitória diante do Basquete Cearense, dois jogadores do Sendi/Bauru alcançaram marcas pessoais no NBB. Presente nas dez edições do campeonato nacional, o capitão Alex Garcia entrou em quadra a quatro pontos de chegar a 5.500 e, logo nos primeiros minutos de jogos, bateu a marca. O ala Isaac, disputando seu 8º NBB, entrou no jogo a dois rebotes de alcançar os 400 no torneio, fato que se consolidou ainda no primeiro tempo.

Menos sofrimento

O técnico do Bauru, Demétrius Ferracciú, analisou que a vitória poderia vir de maneira mais tranquila. "Estou feliz pela vitória, mas bravo pelos últimos minutos. Nós precisamos ficar mais atentos e não deixar o time adversário gostar do jogo. Temos que destacar a atuação do Stefano, que é um dos jogadores que mais treina, mais se dedica e não vinha muito bem nos últimos jogos. Mas, hoje (ontem), provou que quem treina, colhe os resultados", avalia, pela assessoria de imprensa do time bauruense.

O armador Stefano, que jogou por quase 22 minutos e anotou dez pontos, concordou com o treinador. "Eu tenho treinado sempre, todos os dias, para ajudar a equipe quando precisar. Mas, apesar dessa vitória, precisamos ficar mais atentos para não deixar acontecer como nos minutos finais, quando o time deles conseguiu tirar uma boa diferença", declarou.