Coletivo no domingo prepara o XV para jogo-treino em Capivari

Técnico China manteve base dos últimos dias treino e diz que formação deve começar o jogo-treino contra o Capivariano na terça-feira

Por Paulo Grange 11/03/2019 - 08:33

O XV de Jaú vai fazer nesta terça-feira (12/03) seu primeiro jogo-treino contra uma equipe profissional nessa pré-temporada para o Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O Galo vai a Capivari, onde às 15h, treina com o Capivariano, clube que disputa a Série A-3 e faz grande campanha (quarto colocado com cinco vitórias, quatro empates e duas derrotas). O XV tem ainda um amistoso marcado contra o Sãocalense para o dia 17, às 10h; e outro contra a Ferroviária no dia 30, às 15h. Ambos no Jauzão.

De olho nesse jogo-treino em Capivari, o XV fez um treinamento coletivo no domingo (10), que serviu para o técnico Rogério China testar jogadores e começar a definir a base que tem em mente para a estréia do Paulista em 7 de abril. Gerente de Futebol do XV, Careca Paiva, explica que jogo-treino é diferente de amistoso, uma vez que os times vão usar uniforme de treino, poderão definir dois ou três tempos e fazer substituições de todos os jogadores; ou até mesmo utilizar um time num tempo e outro time em outro.

No domingo, o técnico China utilizou no time "de cima" a base que vem utilizando nos treinamentos diários no Jauzão. Escalou o XV com Rodrigo; Gabriel, Victor, Caicedo, Matheus Vinicius; Danilo, Magno, Anyelo; Cafu, Batalha e Rodolfo. Os jogadores Gabriel e Matheus Vinicius passam a usar os nomes próprios, "aposentando" em campo os apelidos Zunquinha e Papaléguas.

O time reserva contou com Jonathan; Cestari (sub-17), Alyson, Arboleda, Lucas (sub-17), Marcelo Novaes, Pedro Marmol, Tizeu, Jonathan, Vinicius  e Luzinel. Na segunda etapa do coletivo o treinador fez várias alterações, alterando a zaga e o ataque de forma a dar mais velocidade à equipe na frente e mais segurança atrás. O atacante Gil e o lateral Daniel não treinaram porque estão se recuperando de dores musculares.

O coletivo terminou 6 a  0 para o time principal, com dois gols de Rodolfo, um do Gabriel e três do Batalha. No início do treino quatro titulares eram os colombianos Caicedo, Anyelo, Danilo e Batalha.

 

Avaliação do treinador - Para o técnico China, o coletivo em dois tempos, totalizando 65 minutos, foi bom para ver quais atletas vai poder contar a partir de agora. Segundo ele, o elenco não está totalmente fechado. "Temos cerca de 16 jogadores, fora os goleiros, que temos certeza que vamos contar. Estamos analisando outros de forma geral. Esse tipo de treinamento serve para isso."

O treinador diz que alguns jogadores têm vantagem porque atuaram juntos no Paulista ou no Itapirense no ano passado, já se conhecem e facilitam o entrosamento. A formação para a estréia caminha para ser a base desse coletivo de domingo, mas ao longo do campeonato poderá ser alterada com a chegada de jogadores com maior maturidade e experiência.

"A preocupação maior nossa é o sistema defensivo, que precisa ser organizado melhor. No ataque temos o Batalha e o Rodolfo, que vêm se dando bem, mas mesmo assim precisamos de outro jogador para cobrir uma necessidade. A dupla de ataque fez cinco gols no coletivo. "Eles se entendem bem na frente. A idéia é deixar eles mais à frente, porque sabem fazer gols e temos de aproveitar isso."

 

Texto: Paulo César Grange/XV de Jaú