Pagamentos em atraso podem afetar limpeza pública em Jaú

Empresa notificou a prefeitura para regularizar as pendências

Por José Luiz H. Galazzini 14/04/2018 - 10:11

Atrasos no pagamento pelo transporte, transbordo e destinação final dos resíduos domiciliares em Jaú levaram a empresa responsável pelo serviço a notificar a administração e anunciar a paralisação dos trabalhos.

Nessa sexta-feira (13), a prefeitura jauense disse que o pagamento foi liberado. A empresa, por sua vez, alega que concordou com um prazo maior para a regularização das pendências.

Desde 2017, a Cavo Serviços e Saneamento é responsável pela gestão de cerca de 100 toneladas de lixo produzidas diariamente em Jaú. No fim da tarde de quinta-feira (12), por meio de nota expedida à imprensa, a empresa informou que havia notificado a prefeitura de que a não regularização dos pagamentos em atraso até as 16h de ontem levaria à suspensão dos serviços.

"Em respeito à população de Jaú, a empresa, mesmo sem receber a remuneração firmada em regras contratuais pelo município, tem arcado há vários meses com recursos próprios para o pagamento de profissionais e de mobilização de equipamentos necessários à garantia da qualidade operacional e respeito ao meio ambiente", declarou.

"A Cavo segue à disposição para dialogar e encontrar uma solução que permita a continuidade da operação para que serviços essenciais à população não fiquem comprometidos", informa.

No fim da tarde dessa sexta (13), também por meio de nota, a Secretaria de Finanças de Jaú declarou que o pagamento havia sido liberado e que não haveria interrupção de coleta.

A empresa, por sua vez, afirmou que havia atendido uma solicitação da administração municipal e prorrogado o prazo para a regularização do contrato de serviços de transporte, transbordo e destinação de resíduos até a realização de uma reunião de negociação, que está marcada para a próxima terça-feira (17).