Bocaina.Vereador questiona reunião feita no gabinete

De acordo com a fala do vereador Jonas Amaral, vereadores não foram convidados por fazerem oposição à administração municipal

Por José Luiz H. Galazzini 20/06/2018 - 17:52

Uma reunião realizada na última sexta-feira (15) no gabinete municipal causou discussão entre os vereadores da Câmara Municipal de Bocaina na noite desta segunda-feira (18). O vereador José Carlos Tirolo Júnior questionou o presidente da câmara, vereador Roberto Donizete Anésio, o fato de não ter sido convidado para o encontro realizado no gabinete municipal na última sexta-feira (15).

Segundo informações publicadas pela prefeitura o encontro contou com a presença do comando da Polícia Militar e Rodoviária e representantes da Concessionária Arteris-Viapaulista e discutiu ações voltadas a Segurança Pública no município.

De acordo com a afirmação do vereador Jonas Amaral (PV) que faz parte da base aliada do governo, os vereadores não foram convidados por fazerem oposição ao administração municipal.

Durante a sessão na noite desta segunda-feira (18) o vereador José Carlos Tirolo Júnior perguntou aos demais vereadores se eles haviam sido convidados para a reunião que aconteceu na última sexta-feira (15) no gabinete municipal.

Segundo Tirolo esta não é a primeira vez que os vereadores não são convidados para as reuniões. O vereador questionou ainda o fato de uma reunião que tratou assuntos relacionados a Segurança Pública não ter contado também com membros e representantes do COMSEG.

De acordo com presidente da câmara, vereador Roberto Donizete Anésio (PV), a ausência dos vereadores José Carlos Tirolo Júnior (PV) e Antônio Aparecido Ramos (PSDB) foi questionada durante a reunião e a resposta segundo o vereador Jonas Amaral (PV) seria pelo motivo dos dois vereadores serem da oposição.

A afirmação do vereador gerou bate-boca, Jonas disse que os Juninho e Toninho estão na verdade tendo o troco e que os mesmo já teriam tido o mesmo tipo de atitude em outras gestões.

Ainda de acordo com Anésio, o convite para a reunião foi feito através de um aplicativo de mensagem e ao receber o convite o presidente da casa teria redirecionado a mensagem para os vereadores.

Esta não é a primeira vez que a falta de convite causa desconforto entre os vereadores. Em fevereiro a entrega de uma academia ao Ar-livre também foi motivo de dúvidas entre os vereadores que estranharam a atitude por parte da prefeitura.

A reportagem entrou em contato coma prefeitura na manhã desta quarta-feira, mas as mensagens enviadas não foram retornadas.

 

Conteúdo.bocainainforma.com.br