Presa em Jaú acusada de favorecer prostituição e aliciar menor

Um ato infracional também foi registrado em desfavor de adolescente por uso de falsa identidade

Por Paulo Grange 28/06/2019 - 08:25

Fonte: JC net / Bauru - Ana Beatriz Garcia

FOTO: Acontece Jaú/Facebook

Uma mulher foi presa em flagrante, na manhã desta quinta-feira (27), no Jardim Maria Luiza IV, em Jaú (47 quilômetros de Bauru). Maria Eni de Souza Pereira, de 54 anos, foi indiciada acusada de rufianismo - lenocínio que objetiva o lucro através da exploração de prostituição alheia - e por submeter menor à tal prática. Um ato infracional foi registrado em desfavor do adolescente por uso de identidade falsa.

Segundo a Polícia Civil, por volta de 8h45, a Polícia Militar (PM) chegou ao local onde a mulher morava com um grupo de pessoas, dentre eles, o jovem de 17 anos. O prédio, localizado na rua Pedro Bianco, foi lacrado pela Vigilância Sanitária, em 2018, e servia como prostíbulo.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o dinheiro arrecadado com a prostituição do grupo era direcionado à Maria Eni. A PM ainda apreendeu no local um aparelho DVR, um caderno e um celular.

Além da prisão em flagrante, um ato infracional foi registrado em desfavor do menor que utilizava um RG de outra pessoa, item também apreendido pelos policiais.

O adolescente foi levado à Fundação Casa e a mulher foi encaminhada à delegacia e está à disposição da Justiça.