Jaú registra primeiras suspeitas da síndrome mão-pé-boca

Jaú registra primeiras suspeitas da síndrome mão-pé-boca

Por José Luiz H. Galazzini 29/03/2018 - 09:48

Segundo nota divulgada pela Secretaria da Educação, existem cerca de 30 suspeitas da doença em crianças que frequentam creches, berçários.

Na tentativa de conter a proliferação do vírus causador da doença e de um surto em Jaú, as secretarias promoverão palestra para funcionários das escolas para determinar ações de prevenção.

A cidade de Mineiros do Tietê decretou surto da doença a semana passada e, por causa ao número elevado de casos, a prefeitura determinou suspensão das aulas em três Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) até o início desta semana para higienização intensificada do ambiente.

A doença é causada pelo vírus Coxsackie e acomete, normalmente, crianças até os 5 anos de idade, mas pode ser diagnosticada até em adultos. É caracterizada pelo aparecimento de feridas e erupções entre os dedos, nas palmas das mãos e planta dos pés, nas nádegas e na área genital, podendo se estender para coxas e pernas e, principalmente, na boca, em locais como amigdala, lábios e língua. A febre alta também está presente nos primeiros dias de aparecimento do vírus.