Lar Vicentino pode fechar as portas

Prédio precisa de adequações para continuar funcionando, instituição tem 90 dias para realizar obras emergenciais.

Por José Luiz H. Galazzini 29/11/2017 - 10:59

O Lar Vicentino de Bocaina corre o risco de fechar as portas. A direção do abrigo de idosos foi notificada pela promotoria pública pedindo para sejam feitas adequações na estrutura do prédio. Entre as melhorias estaria a instalação de dispositivo de controle de incêndio, como detector de fumaça.

A instituição precisa agora de recursos financeiros para realizar a obra. Diante da situação a diretoria do Lar decidiu pedir socorro para a prefeitura. Um reunião realizada entre membros do abrigo e vereadores foi realizada na manhã desta terça-feira (28).

De acordo com informações obtidas na manhã desta quarta-feira (29) pela reportagem, a promotoria teria dado um prazo de 90 dias para que obras de maior urgênciasejam feitas no local.

Na tentativa de encontrar uma solução para o caso a prefeitura encaminhou para a câmara de vereadores um projeto de lei pedindo a venda de um terreno que segundo informações obtidas pela reportagem é pertencente a APAE de Bocaina. O projeto que iria à votação nesta terça-feira (28) em sessão extraordinária foi retirado pelo chefe do executivo. De acordo com informações o terreno trata-se de uma área institucional destinadas à edificação de equipamentos comunitários, tais como praças, ginásio de esportes, áreas de lazer, escolas, postos de saúde, entre outros o que inviabilizaria a venda por parte da prefeitura.

De acordo com projeto, com o valor da venda do terreno o executivo faria a compra de um outro terreno pertencente ao Lar Vicentino que utilizaria o recurso para fazer as adequações no prédio. O Lar abriga cerca de 32 idosos e conta com doações e repasses da prefeitura.