Menu
Segunda, 12 de abril de 2021

Sincomércio prevê mais uma semana para reabertura de restaurantes e demais atividades

.

02 de Jun 2020 - 22h:04 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Rua Major Prado no início da tarde. Fotos: Pedro/J,Mahfuz

O presidente do Sincomércio de Jaú, José Roberto Pena, acredita que  seja necessário mais uma semana para a volta às atividades de estabelecimentos não contemplados nessa primeira fase do decreto, como é o caso  dos restaurantes. Segundo ele, a Prefeitura está discutindo protocolos para regulamentar a reabertura de setores ligados à alimentação.

Pena falou sobre a reabertura gradual em entrevista à Rádio Piratininga. Nesta terça-feira (2/06), o comércio geral e os shoppings centers reabriram com restrições de horários e outras regras de segurança para evitar aglomerações. E logo cedo muitos consumidores foram para o centro de Jaú, formando filas em boa parte das lojas.

Uma grande rede de loja, a Lojas Cem, era a que tinha uma das maiores filas – clientes foram pagar os carnês, uma vez que a empresa  liberou dos vencimentos das parcelas durante a quarentena. Bancos, lotéricas e outras lojas também ficaram movimentadas desde as 10h, mas tiveram uma queda no fluxo até as 16h, quando fecharam as portas. Esses estabelecimentos poderão funcionar de segunda a sexta-feira.


Pena disse que o decreto da Prefeitura de Jahu liberando a volta gradual poderia ter sido publicado antes para dar mais tempo aos lojistas se prepararem – o governo do Estado liberou a volta na última quarta-feira, mas só na segunda o decreto municipal foi publicado com as normas para a cidade. Restaurantes, igrejas, academias, salões de beleza e clubes de lazer ficaram de fora dessa reabertura.

Sobre o grande número de gente no Centro,   o comerciante considerou normal, tendo em vista a demanda reprimida dos consumidores que ficaram sem lojas abertas por mais de dois meses. Ele acha que não vai perdurar assim, mas achou fundamental ter reaberto já, no início do mês, porque se demora uma semana poderia ocorrer um “caos” com semana de pagamento, vendas para o dia dos namorados, vendas por causa do inverno...


Ao abrir neste dia 2, as lojas começaram a se adaptar aos protocolos de preservação da saúde e segurança e, quando chegar a semana que vem, não vai ter mais essa demanda reprimida e tudo vai fluir melhor.  É o que espera.

“Gradualmente vamos avançando para a liberação da economia”, disse Beto Pena, que acredita que responsabilidade e prudência vão permitir que restaurante também possam ser reabertos a partir da próxima semana. Pelo Plano SP, Jaú está na fase 3 e teria essa possibilidade desde já, mas o prefeito Rafael Agostini foi mais rígido e emitiu decreto basicamente como se Jaú estivesse na fase 2.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias