Menu
Segunda, 03 de agosto de 2020

Prefeito de Jaú publica decreto e deixa cidade como está: restaurantes, salões e academias permanecem abertos

Decreto mantém a cidade com setores abertos no padrão da fase Laranja/Amarela, mesmo sendo rebaixada para Vermelha

02 de Jul 2020 - 18h:38 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Paulo César Grange

A Prefeitura de Jahu publicou em seu site o decreto 7745 e manteve os setores da economia abertos como se a cidade estivesse na fase Laranja e Amarela do Plano São Paulo. Apesar de o governo do Estado rebaixar Jaú e região de Bauru para a fase Vermelha semana passada, o prefeito Rafael Agostini decidiu por conta própria e do comitê gestor local do coronavírus não fechar setores que deveriam ser fechados.

O prefeito argumenta que os dados da cidade são melhores do que o previsto no Plano São Paulo para fase a Vermelha. A cidade, segundo a Secretaria de Saúde, tem índices compatíveis com a fase Verde (4) e Amarela (3). Além disso, citou decreto que dá autonomia aos municípios tomarem certas decisões, sem a necessidade de seguir à risca do que determina o governo do Estado. O prefeito decidiu "deixar como está pra ver como é que fica", ou seja, só vai determinar fechamentos da economia por uma eventual ordem judicial.

A regressão de fase não "pegou" em Jaú. Quase uma semana depois de entrar na fase Vermelha, a Prefeitura publica decreto e deixa como está restaurantes, salões e beleza e academias. As restrições permanecem altas, mas ao menos é possível trabalhar de alguma forma e com ajustes. Academias, por exemplo, podem abrir para alunos com atestado médico. Restaurantes que tenham área de livre circulação de ar ou amplas janelas podem colocar mesas espaçadas e atender na forma presencial em horários determinados. Salões de beleza pode continuar atendendo com hora marcada.

Supermercados vão ter de limitar ainda mais o número de pessoas internamente - agora, apenas cinco a cada 100 metros quadrados de área. O comércio em geral funciona das 10 as 16h, como estava. Shoppings também mantém horários  - o de calçados até as 16h e o shopping central das 14h às 20h. Permanecem autorizados apenas para drive thru os bares e lanchonetes. Sorveterias poderão atender na porta. Igrejas e escolas seguem sem funcionar, como também clubes de lazer, academias de natação, de dança (a permissão é apenas para as de ginástica).

A ÍNTEGRA DO DECRETO ESTÁ NO SITE DA PREFEITURA. CLIQUE AQUI. OU VEJA ABAIXO.

COMÉRCIO EM GERAL - Horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Atendimento ao público autorizado, com restrições e sem prova de produtos.

CONCESSIONÁRIAS E LOJAS DE VEÍCULOS - Horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Atendimento ao público autorizado, com restrições.

ESCRITÓRIOS E ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS - Poderão funcionar com carga horária de 6 horas diárias. Atendimento ao público autorizado, com restrições.

SHOPPING CENTER - Horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, 6 horas diárias. Atendimento ao público autorizado, com restrições, sem prova de produtos e sem funcionamento de praça de alimentação e entretenimento. JAÚ SHOPPING (14h às 20h) e TERRITÓRIO (10h às 16h).

SALÕES DE BELEZA, ESTÉTICA E BARBEARIAS - Poderão funcionar até 6 horas diárias, com horário marcado e restrições.

RESTAURANTES - Poderão comercializar por sistema Delivery, Drive-Thru e ATENDIMENTO PRESENCIAL em ambientes com circulação de ar, diariamente por no máximo 6 horas seguidas ou divididas em dois turnos de 3 horas para almoço e jantar, apenas entre 11h e 22h.

BARES, LANCHONETES E SIMILARES - Apenas Delivery ou Drive-Thru

SORVETERIA E SIMILARES - Poderão retirar no balcão, desde que servidos exclusivamente por funcionários.

ACADEMIAS DE GINÁSTICA - Poderão funcionar exclusivamente para atendimento de pessoas em tratamento de saúde, devendo apresentar prescrição médica especifica e atualizada para a atividade. Demais atividades permanecem proibidos.



















widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias