Menu
Terça, 11 de maio de 2021

Agosto é mês de falar sobre amamentação: quer ser doadora para o banco de leite?

.

04 de Ago 2020 - 17h:15 Créditos: Assessoria, SCJ
Crédito: .

O agosto é dourado! Desde 2017, por meio de uma lei aprovada pelo então presidente Michel Temer, agosto é mês de conscientização e de chamar atenção para a importância da amamentação. A cor é escolhida porque o leite materno representa um alimento de ouro para a saúde e desenvolvimento dos bebês, contendo todos os nutrientes necessários até o sexto mês de vida, além de protegê-los de alergias e infecções.

Paralelo à iniciativa nacional, um movimento global é realizado desde 1992. Entre os dias 1 e 8 de agosto, é comemorada a Semana Mundial de Aleitamento Materno. A ação é coordenada pela WABA, sigla em inglês para Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno. Ela é uma rede que reúne pessoas e organizações em todo o planeta com a mesma meta: proteger e incentivar à amamentação.

Em cada edição, uma temática é escolhida para a campanha. Para 2020, o tema determinado foi: Apoie o Aleitamento Materno por um Planeta Saudável. A ideia é mostrar a relação entre o leite materno e a preservação do planeta.

Um dos objetivos da campanha é divulgar a amamentação como uma decisão climática inteligente. O leite materno é uma opção natural, produzido e consumido sem agredir ao meio ambiente, diferente dos alimentos substitutos, cuja fabricação depende do uso de recursos naturais (água, energia), causando maior impacto ambiental.

Banco de Leite

Neste ano, devido à pandemia do Coronavírus (Covid-19), o Banco de Leite da Santa Casa de Jahu não vai realizar nenhuma atividade comemorativa. No entanto, as nutricionistas do setor relembram que os Bancos de Leite Humano têm a importante missão de proteger e apoiar o aleitamento materno.

“Toda mulher que está amamentando e tem leite em excesso é uma possível doadora. Basta estar saudável e não estar fazendo uso de nenhum medicamento que interfira na qualidade do leite. Nossa equipe dá toda orientação de como fazer a ordenha e armazenamento, além de fazer a coleta em casa”, explicam Miriam Zuliani e Natalia Coletti Santinelli.

Hoje, o Banco de Leite do hospital possui 27 doadoras e coleta uma média mensal de 37 litros, utilizados na nutrição de bebês prematuros internados na UTI Neonatal. Mas toda ajuda é importante e bem-vinda!

Quer se tornar uma doadora? Entre em contato com o Banco de Leite da Santa Casa pelo telefone (14) 3602-3368.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias