Menu
Sábado, 15 de maio de 2021

Testes que estavam 'perdidos' na Saúde estão sendo utilizados, diz secretário ao portal HoraH

Testes para assintomáticos são usados desde o carnaval: vereadores pedem informações

05 de Mar 2021 - 08h:00 Créditos: HoraH Notícia
Crédito: TESTE USA UMA GOTA DE SANGUE E O RESULTADO É MANDADO VIA SMS NO CELULAR DO PACIENTE EM 20 MINUTOS, EXPLICA RODRIGO BRANDÃO (FOTO: Reprodução Web)

Onze mil testes rápidos para Covid-19 encontrados na Secretaria da Saúde no início da atual gestão, em janeiro, voltam ao centro das atenções nas redes sociais e na Câmara de Jaú. Requerimento subscrito pelos vereadores Luiz Andretto e José Carlos Borgo quer saber a data e local exato em que os testes foram encontrados, quantidade, prazo de validade, se estão sendo usados, quantos já foram aplicados, quando foram comprados, quanto custaram etc.

Incomodado, o prefeito Ivan Cassaro teria pedido um levantamento completo para montar um dossiê e torna-lo público o quanto antes. HORAH apurou que os testes não estavam no inventário deixado na Saúde pela gestão passada e, tão logo foram ‘descobertos’, a providência foi acionar o Instituto Butantan, de onde partiram. “Eles confirmaram que eram testes rápidos para pesquisa com públicos restritos e por meio de conexão com a internet, mas que tinha de treinar funcionários pra isso”, explicou o dentista Rodrigo Brandão, titular da Secretaria da Saúde.

Equipe do Butantan veio à cidade entre o final de janeiro e começo de fevereiro e logo depois os testes começaram a ser usados no PA São Judas. “São para pessoas assintomáticas (que não apresentam sintomas da Covid), com propósito de fazer o que se chama de inquérito epidemiológico de determinadas fatias de pacientes. Exemplo: médicos, profissionais da Saúde, da Educação. Na época foi falado disso e o próprio Ivan pediu que quem viajasse no Carnaval, na volta ligasse no 0800 (da Saúde) e fizesse o teste. Foram usados esses testes aí”, informou Brandão.

Ele não soube precisar quantos dos 11 mil testes já foram utilizados, mas até em casos específicos de locais onde uma pessoa pegou Covid, todas as demais que tiveram contato com ela acabaram testadas com o material encontrado na Saúde. “É um teste rápido, ligado na internet e que o próprio paciente recebe o resultado via SMS no celular cadastrado na hora do exame. Para isso é utilizada uma gota de sangue e leva 20 minutos pra sair o resultado”, finalizou o secretário.

REPORTAGEM COMPLETA ESTÁ NO HORA H

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias