Menu
Sábado, 15 de maio de 2021

Piracicaba tem filas de carros de 8 km e espera de até 4 horas em drive-thru de vacinação da Covid

G1 faz reportagem e mostra falha na organização para vacinar idosos e outros prioritários

06 de Fev 2021 - 18h:23 Créditos: G1
Crédito: G1 e Felipe Boldrini

O drive-thru de vacinação contra a Covid-19 em Piracicaba (SP) provocou duas grandes filas que chegaram a 8 quilômetros, com uma espera de até 4 horas. Os veículos deram a volta em quarteirões da cidade, passando pelas avenidas Renato Wagner e Armando Salles de Oliveira, até chegar ao Shopping Piracicaba, local da imunização. 

[assista no vídeo]

Nesta etapa da vacinação em Piracicaba, as doses são aplicadas em profissionais de saúde e idosos com mais de 90 anos. A entrada no shopping é feita pelo Portão 3.

A Secretária de Trânsito e Transportes de Piracicaba (Semutran) e a Guarda Municipal acompanharam o fluxo de carros até o local para auxiliar o trânsito.

Mesmo com as orientações, os moradores da cidade reclamaram da falta de organização, que causou um trânsito capaz de impedir a passagem dos carros que não estavam na fila para a vacinação. Alguns destes veículos optaram por desviar passando pela ciclovia.

"É um transtorno muito grande. Muita desorganização, eles deveriam ter organizado melhor. Muita gente tá na fila e nem vacinar ia. Não tem nenhuma orientação", disse uma das moradoras que tentou a imunização.

Os carros foram separados em duas filas, uma para profissionais de saúde, e a outra para os idosos. O secretário de Saúde de Piracicaba, Filemon Silvano, afirmou que a fila se formou fora do shopping por conta do alto índice de pessoas que agendaram a vacinação. No total, foram aplicadas três mil doses e a imunização no centro comercial terminou às 14h.

"A gente está tendo um aprendizado. Tivemos um desconforto do lado de fora do shopping, e vamos tentar melhorar para as próximas vezes. Quem ficou muito tempo esperando, eu sugiro que volte para a casa, porque a partir de terça-feira a gente vai vacinar em novos pontos. A gente quer vacinar todo mundo, mas tem pouca dose, então quem não tomar hoje, a partir de terça vai conseguir", explicou.


REPORTAGEM ORIGINAL NO PORTAL G1

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias