Menu
Quinta, 30 de junho de 2022

Só na quinta-feira Jaú vai aplicar dose adicional a 50+ e profissionais da saúde: veja tomar a vacina

Doses estão sendo distribuídas aos municípios nesta segunda pelo governo do Estado

06 de Jun 2022 - 10h:18 Créditos: Redação, com Secom e Folha de S.Paulo
Crédito: .

Enquanto algumas cidades começam nesta segunda-feira a aplicar a 'quarta dose' da vacina contra a Covid-19 para profissionais de saúde e pessoas com idade a partir de 50 anos,  a Secretaria de Saúde de Jaú só vai fazer isso na quinta-feira, dia 9. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pela Secretaria de Comunicação.

"Esse grupo deve procurar as Unidades de Saúde do Município munidos de CPF ou cartão SUS e carteirinha de vacinação com as doses anteriores. Além disso, para ser vacinado, é necessário ter recebido a 'terceira dose' há pelo menos quatro meses", informa a nota.


A vacinação de crianças de 5 a 11 anos e a aplicação da dose de reforço em adolescentes com idade entre 12 e 17 anos é realizada exclusivamente no antigo Hospital São Judas, das 8h às 15h.

Para idosos com idade a partir de 60 anos a vacinação é realizada tanto no São Judas, das 8h às 15h, como nas unidades de saúde.

Para pessoas com idade entre 18 e 59 anos basta conferir o horário das unidades e ir até o local.

Em todos os casos é necessário apresentar CPF ou cartão SUS, comprovante de endereço e comprovante de aplicação das doses anteriores (se houver).

Abaixo, informações divulgadas pela Folha de S.Paulo sobre a vacinação em todo o Estado.

A Secretaria Estadual da Saúde disse que começa a distribuir doses para municípios paulistas nesta segunda-feira e que espera pela chegada de mais vacinas do Ministério da Saúde. A aplicação de mais um reforço na vacinação contra o novo coronavírus começa após autorização do governo federal, no sábado (4).

Demais

A aplicação da segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19 (ou quarta dose) para pessoas a partir de 50 anos e profissionais de saúde adultos, independentemente da idade, começa nesta segunda-feira (6) no estado de São Paulo.

Até então, a quarta dose estava sendo aplicada para pessoas a partir de 60 anos e imunossuprimidos a partir de 18 anos —pessoas em tratamento contra o câncer, transplantados, pacientes que fazem hemodiálise e soropositivos para HIV, por exemplo.

Os imunossuprimidos precisam apresentar comprovante de condição de risco, como receitas, relatórios físicos ou digitais, fotografia em celular, e outras formas desde que com identificação do paciente, CRM com carimbo do médico e na validade de anos de emissão.


Pessoal da saúde

No caso dos profissionais de saúde, também é necessário levar crachá, holerite ou declaração da empresa onde trabalha. Também será aceito diploma ou carteira de conselho de classe.

 Na última terça-feira (31), a secretaria estadual afirmou que 2,7 milhões de pessoas não haviam voltado ainda aos postos de vacinação no estado para tomar a segunda dose da injeção.

No caso da terceira dose, ou a primeira de reforço, há cerca de 10 milhões que já poderiam ter sido imunizados, mas não compareceram. No quase da quarta dose, o número é de 3,3 milhões de atrasados.

O reforço na vacinação ocorre diante de novo aumento nas internações de pacientes com o Covid-19.



widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias