Menu
Sábado, 15 de maio de 2021

Prefeitura de Jahu informa pela metade resultados dos testes pra covid em praça pública

.

06 de Out 2020 - 20h:17 Créditos: Paulo César Grange, com Secom-Jahu
Crédito: Reprodução SBT

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Jahu foi lacônica em release encaminhado à imprensa nesta terça-feira no qual divulga o “resultado” da testagem feita em praça pública nos dois últimos sábado – no centro de Jaú e em Potunduva. Diz  a nota que 11% das pessoas assintomáticas testadas tiveram resultado positivo e que 89% deram negativo.

O básico, porém, o setor criado para comunicar com o cidadão escondeu: quantas testagens foram feitas, quantas pessoas tiveram o diagnóstico de covid e quantos foram negativados. Também não se informa se os casos positivos entraram ou não na estatística oficial da Prefeitura – os testes feitos foram os “rápidos”, cujos resultados mostram se a pessoa teve contato anteriormente com o vírus.

Depois da primeira testagem no Jardim de Baixo surgiram muitos questionamentos sobre a qualidade dos testes, sobre o procedimento de coleta de material e descarte dos contaminantes, sobre a falta de organização na fila e outras questões. Também se perguntavam quantas pessoas foram testadas. A estimativa seria testar 1.500 pessoas, mas sobraram testes, tanto é que a sobra foi levada ao Distrito de Potunduva para sessão de testes no sábado seguinte.



NOTA OFICIAL

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Saúde, realizou estudo epidemiológico por meio de testagem rápida da população jauense assintomática (adultos, crianças, jovens e idosos) para identificar a transmissão da COVID-19 no Município em decorrência da flexibilização do comércio pelo Plano São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo.

Foi constatado que 89% das pessoas tiveram resultado negativo, e 11% tiveram resultado positivo. Segundo a gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Leila Garcia Rossi, as pessoas que tiveram resultado positivo para COVID-19 foram devidamente orientadas de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde. “Ressaltamos à população: utilizem corretamente a máscara, evitem o contato próximo com outras pessoas, cubram o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar, descartem o lenço em recipiente adequado para resíduos imediatamente após o uso, lavem as mãos frequentemente ou utilizem álcool gel, principalmente após tossir ou espirrar e evitem tocar olhos, nariz e boca. A doença mata, e não vê faixa etária”.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias