Menu
Sexta, 14 de maio de 2021

Apeoesp entra com ação contra liberação das aulas presenciais em Jaú

O retorno às aulas presenciais, segundo a Apeoesp, coloca em circulação e interação cerca de 15 mil pessoas no município de Jahu no momento em que o país ultrapassa 4 mil mortes em 24 horas

08 de Abr 2021 - 22h:36 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: .

No dia seguinte em que o prefeito Ivan Cassaro publicou decreto autorizando o retorno das aulas presenciais em caso de fase Vermelha no Plano São Paulo, o Departamento Jurídico da APEOESP (sindicato dos professores) entrou com ação  para impedir a volta dos alunos às salas de aula. A entidade se posiciona contra o decreto que autoriza esse retorno, considerando não ser o momento para colocar em risco vida de alunos e de funcionários das escolas.

Vale lembrar que o Estado todo está na fase Emergencial, na qual é proibida a aula presencial. O governador João Dória deu sinais de que poderá estender essa fase. Se isso ocorrer, a volta às aulas de forma presencial em Jaú não poderia ocorrer no dia 12 de abril, conforme previsto no decreto.

O retorno às aulas presenciais, segundo a Apeoesp, coloca em circulação e interação cerca de 15 mil pessoas no município de Jahu no momento em que o país ultrapassa 4 mil mortes em 24 horas. Lembra que Jaú tem mais de 100 pessoas internadas e quase 500 casos ativos de Covid-19, e isso pode custar vidas, muito mais do que as 400 já registradas na pandemia - 304 delas só neste nao.

A Apeoesp também se manifesta de forma a apoiar a luta de todos os profissionais da educação e comunidade escolar. "Para os professores filiados já vigora a sentença Judicial que proíbe a convocação para trabalho presencial nas fases vermelha e laranja", esclarece a entidade em comunicado.

Segundo o sindicato dos professores, "cada um deve protocolar um requerimento para permanecer em trabalho remoto, diretamente na escola ou no protocolo da prefeitura, para os professores municipais. Ela ressalta no comunicado que "por limites jurídicos esta sentença não se estende aos não associados, mas o afastamento dos associados representa também uma forma de enfrentamento a esta barbaridade e se soma às demais lutas"


E informa também:

Link de abaixo-assinado

https://secure.avaaz.org/.../prefeitura_municipal_de.../...

"Os professores que se associarem passam imediatamente a usufruir do direito ao teletrabalho pela sentença em vigor. Nossa secretária está atendendo toda manhã na Rua Francisco Carvalhaes de Paiva, 65, Chácara Braz Miraglia, próximo do Cano Torto, contato 014 3621-1445."


SAIBA MAIS SOBRE O DECRETO QUE PERMITE AULAS PRESENCIAS EM JAÚ SOB FASE VERMELHA



widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias