Menu
Sábado, 15 de maio de 2021

Santa Casa de Jaú relata falta de remédio para pacientes de UTI e restringe cirurgias

.

08 de Jun 2020 - 22h:16 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: .

A Santa Casa de Jaú divulgou comunicado no fim da tarde desta segunda-feira informando que faltam medicamentos anestésico e relaxante muscular utilizados em pacientes na UTI. Diante da escassez de matéria prima, indústrias não estariam conseguindo produzir o volume necessário para atender aos hospitais de todo o país.

Segundo a nota da Santa Casa, cirurgias estão sendo restritas e o pedido é para que os médicos e pacientes só agendem em caso de “extrema urgência”. E finaliza: “Ressaltamos que essa é uma realidade nacional e não só local.”

O Jaumais apurou que a Santa Casa de Jaú teria recorrido ao Hospital Amaral Carvalho para emprestar medicamento que seria utilizado na intubação de paciente de covid-19. O próprio HAC também estaria com dificuldade em adquirir o medicamento.

 Nos últimos dias relatos de várias cidades mostram que faltam esses medicamentos, entre eles Fentanil e Rocurônio,  utilizados contra dores e também usados, juntamente com outros medicamentos, para anestesias e sedações. Notícias em vários países do mundo falam em falta de anestésico.

A Rádio Energia, de Jaú, divulgou nesta segunda-feira que áudio do provedor Alcides Bernardi Júnior em rede social informa que o remédio 'sumiu' do mercado. O anestésico Fentanil, usado por pacientes de UTI (5 ampolas por dia) e em cirurgias (1 ampola pelo menos por procedimento) está em falta em todo o Brasil.

Segundo Bernardi, em março, a ampola custava pouco mais de R$ 4. Em abril, o valor subiu para quase R$ 9. Atualmente, não se sabe o preço e se será possível encontrar o medicamento. Além disso, os hospitais encontram dificuldade para comprar outros medicamentos.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias