Menu
Terça, 11 de maio de 2021

Atlética da Medicina Jaú promove mutirão de doação de sangue

Ação dos estudantes visa intensificar doações no Hemonúcleo Regional de Jaú

09 de Mar 2021 - 19h:14 Créditos: Assessoria Unoeste
Crédito: A falta de estoque de sangue em hospitais prejudica cirurgias e procedimentos, o que já ocorre no Brasil (Foto: Divulgação)

Você sabia que apenas 1,8% da população brasileira doa sangue regularmente? Esse dado foi levantado pelo Ministério da Saúde, contudo, o percentual fica um pouco abaixo do ideal estimado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), de 2% da população, como necessário para suprir as necessidades de sangue e outros componentes sanguíneos de um país. A falta de estoque de sangue em hospitais pode prejudicar cirurgias e procedimentos, o que já ocorre aqui no Brasil. Por isso, a doação é extremamente importante. Uma pessoa, um gesto, pode salvar até quatro vidas.

Ciente dessa importância, a Atlética da Medicina Jaú da Unoeste promove mutirão de doação de sangue para a segunda quinzena do mês de abril. Em data a ser definida, a ação ocorrerá no campus da Unoeste em Jaú, mas para isso é necessário um número mínimo de voluntários para que a equipe do Hemonúcleo Regional Jaú possa realizar a coleta.

A mobilização é uma iniciativa dos estudantes, com o objetivo de intensificar as doações do banco de sangue nesse período tão crítico e também engajar as pessoas para o surgimento de novos doadores. De acordo com a acadêmica do 6º termo e presidente da Atlética da Medicina Jaú da Unoeste, Stephanie Ferro Schultheis, esse projeto sempre esteve em seus planos e agora no comando da Atlética está podendo colocá-lo em prática.

“É uma ação que eu sempre idealizei, e sem dúvidas é de extrema importância para Jaú e toda região, afinal, sabemos que os bancos de sangue sempre precisam de doações, mas há épocas em que há maior necessidade. Então é preciso que os estoques sejam constantemente abastecidos. Poder trazer a coleta para o campus é uma forma de aproximar a universidade e a população, e ainda dar a chance aos estudantes e toda a comunidade acadêmica de ajudar a salvar vidas”, pontua.

A futura médica relata que os alunos estão engajados e buscam ultrapassar o número de voluntários necessários. “Ver que toda a Atlética abraçou a causa é muito gratificante. Queremos agora contagiar também toda a comunidade acadêmica e a população em geral para conseguir um número significativo de voluntários e lotar esse banco de sangue”.

Doe sangue!

Os interessados em participar da campanha devem realizar o cadastro neste link e aguardar novas orientações da diretoria da Atlética. Os voluntários, além de ajudar a salvar vidas, também receberão um certificado de atividade de extensão que vale horas complementares.

Requisitos para doar

- Idade: entre 16 e 69 anos (pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado antes dessa idade; menores de 18 precisam estar acompanhados de responsáveis)

- Peso: mínimo 50 kg

- Repouso: ter dormido no mínimo 6h nas últimas 24h

- Alimentação: evitar jejum e alimentos gordurosos nas últimas horas

- Bebidas: não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h

- Fumo: não ter fumado por no mínimo 2h antes da doação

- Exercícios: não ter praticado exercícios físicos exagerados nas últimas 24 horas

- Saúde: Não estar doente

- Quem já contraiu o coronavírus: Pode doar 30 dias após a alta

- Se teve contato com alguém contaminado: Deve estar há 14 dias sem sintomas

- Quem tomou a vacina contra o coronavírus: De Oxford pode doar após 7 dias e a Coronavac após 48h.

Serviço: Cadastre-se neste link e seja um voluntário nesta ação solidária.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias