Menu
Quinta, 19 de maio de 2022

Postos de Jaú correm e aumentam até R$ 0,81 por litro de gasolina: já era alto e agora bate recorde

Posto em Jaú vendia gasolina a R$ 6,18 e, de repente, passou a cobrar R$ 6,99 um dia antes do novo preço nas refinarias

10 de Mar 2022 - 17h:14 Créditos: Redação
Crédito: Fernando Frazão/Ag.Br

A Petrobras anunciou por volta das 10h desta quinta-feira um reajuste “gigante” no preço dos combustíveis. Válido só para sexta-feira. Foi o estopim para provocar uma correria entre os donos de postos em Jaú (e outras cidades também). Entre 12h e 13h o Jaumais percorreu vários postos na cidade e dos seis postos que passou, cinco já tinham alterado o preço nas bombas. 

Um deles subiu de R$ 6,18 o litro da gasolina para R$ 6,99.. Outros já corrigiam de R$ 0,20 a R$ 0,30 por litro. Tudo de forma irregular, já que o aumento médio para os combustíveis de 20% a 25%  é para as refinarias a partir desta sexta. Ou seja, o combustível  com o novo preço nem saiu da distribuidora, mas o consumidor já paga o aumento para gasolina e diesel comprado antes do reajuste.

No posto que manteve o preço de R$ 6,49, frentista informou que o aumento seria de hoje pra amanhã, respeitando as normas da bandeira ao qual pertence.

Todos sabem que o combustível em Jaú já estava mais caro que algumas cidades da região, como Bauru. Agora, Jaú bate o recorde:  reajusta antes da hora um preço que já estava alto. A estimativa da Petrobras é de reajuste nas bombas de R$ 0,44 por litro da gasolina. Jaú quase dobrou.

Petrobras - A Petrobras anunciou reajustes de preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras a partir de SEXTA (11) após 57 dias sem aumento. O preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro.

“Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,44 por litro”, informou o comunicado da empresa.

Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras subirá de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. A estimativa é de uma variação de R$ 0,81 por litro nas bombas;

Gás - Para o GLP [gás liquefeito de petróleo], a partir de sexta, o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras, subirá de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,62 por kg.

Ocorreu uma disparada dos preços do petróleo e seus derivados em todo o mundo, nas últimas semanas, como decorrência da guerra entre Rússia e Ucrânia. A Petrobras decidiu aumentar tudo de uma vez. 

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias