Menu
Sábado, 04 de dezembro de 2021

JTV e Diário do Jahu fazem revelações sobre morte de Betinho Padrenosso: homicídio?

Publicações informam que músico jauense morto esta semana pode ser sido espancado ao ser levado para clínica

10 de Nov 2021 - 12h:10 Créditos: Redação, com Diário do Jahu
Crédito: Reprodução Diário do Jahu

O Jaumais noticiou segunda-feira a morte do músico e instrumentista Betinho Padrenosso, de Jaú. Na oportunidade não se tinha informações sobre a causa da morte. Muito se falou, inclusive se ventilou que poderia ser suicídio. Ao longo dos dias, a informação é que ele poderia ter pulado de ambulância que o levava para clínica de reabilitação em Valinhos. Isso, no entanto, mudou de rumo com as revelações feitas pelos sites JTV (Jornal Terceira Visão, da cidade de Valinhos,) e Diário do Jahu e pelo SBT (Noticidade). Na TV, a queixa é pela dificuldade em obter informações sobre o ocorrido. Inquérito está em andamento na Polícia Civil de Valinhos.

Segundo novas informações, Betinho pode ter sido assassinado pelas pessoas que o levariam para a clínica. Polícia investiga se o cantor foi morto ainda em Jaú, antes de ser levado para a clínica ou se morreu durante o transporte. Foi registrado boletim de ocorrência em Valinhos, apontando que poderiam sem quatro os indiciados pelo suposto crime. Dois dos suspeitos já teriam prestado depoimento e liberados. Betinho, segundo amigos, teria sinais de agressão. Exames periciais vão apontar a causa da morte.

O velório dele ocorre no Conjunto Oswaldo Izatto. O sepultamento será às 16h desta quarta-feira no Cemitério Municipal de Jahu

Abaixo, reproduzimos a página do Diário do Jahu, com o respectivo link da matéria original.

CLIQUE AQUI 


reprodução Diário do Jahu


VEJA REPORTAGEM QUE DEU INÍCIO À ESSA NOVA SITUAÇÃO. DO SITE JTV-. ABAIXO, OU CLIQUE AQUI - Jornal Terceira Visão, da cidade de Valinhos,

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar as causas da morte de um músico de Jaú (SP). Segundo a polícia, Roberto Padrenosso Filho (Betinho Padrenosso), 47 anos, foi transportado em um veículo para uma clínica de reabilitação em Valinhos (SP), mas chegou morto na cidade.

A polícia foi acionada por funcionários da Unidade de Pronto-atendimento de Valinhos para onde o músico foi levado por 4 pessoas que faziam o transporte dele para a clínica de reabilitação e foram presas em flagrante.

Os homens alegaram que Betinho se jogou do veículo, porém, o caso foi registrado como homicídio e os suspeitos ainda serão investigados por sequestro e cárcere privado.

Dois dos suspeitos foram liberados em audiência de custódia e outros dois tiveram a prisão preventiva decretada e continuam presos em Campinas. De acordo com a polícia, as pessoas que buscaram Betinho não têm habilitação e nem credenciamento para realizar esse trabalho e que o transporte nesse caso foi feito em um veículo inadequado.

Segundo o delegado Aldo Eduardo Lorenzini, a irmã da vítima deverá ser ouvida nos próximos dias pra pegar detalhes do pedido de internação e se ela presenciou algum tipo de agressão sofrida pelo músico.

O corpo de Betinho está sendo velado no Complexo Velatório Oswaldo Izatto e o enterro será às 16h desta quarta-feira, dia 10, no cemitério municipal de Jaú.

A clínica informou que as pessoas presas não são funcionários do local e que a família do músico nunca entrou em contato com eles sobre um pedido de internação.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias