Menu
Segunda, 12 de abril de 2021

Casa da Mulher de Bariri recebe o nome de Mariana Forti Bazza, jovem assassinada no ano passado

.

11 de Dez 2020 - 11h:27 Créditos: Paulo César Grange, com G1
Crédito: Redes Sociais - Mariana

A Casa da Mulher de Bariri recebeu o nome de Mariana Forti Bazza, em homenagem à jovem assassinada em 2019 depois de ter pneu furado pelo assassindo. O local é um centro de referência em atenção à mulher em situação de violência ou outras vulnerabilidades.

A homenagem foi feita pela Câmara de Vereadores, que aprovou por  unanimidade projeto de lei de autoria do vereador João Luiz Munhoz (PSDB)

Mariana desapareceu após sair da academia que frequentava em Bariri, no dia 24/09/2019, após receber ajuda de Rodrigo Pereira Alves, condenado pelo crime, para trocar o pneu do carro. A jovem foi encontrada morta um dia depois em uma área de canavial em Ibitinga. O assassino foi condenado a 40 anos de prisão, mas cabe recurso.

Segundo a diretora de saúde do município, Renata Cilli, um imóvel será adaptado para implantação do serviço que deve começar em janeiro de 2021. “Os objetivos são atender mulheres em situação de violência ou outras vulnerabilidades e também com o planejamento familiar”, destaca a diretora.

A aprovação do projeto de lei foi compartilhada pelos familiares e amigos de Mariana nas redes sociais. Em seu perfil no Facebook, a tia da jovem postou que “homenagem é mais que merecida” e que a família estava agradecida.

(Com G1 e redes sociais)


widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias