Menu
Segunda, 12 de abril de 2021

Até terra é usada para impedir circulação no lockdown de Bariri

SÓ DUAS ENTRADAS E SAÍDAS ESTÃO LIBERADAS, AINDA ASSIM COM BARREIRAS SANITÁRIAS

12 de Mar 2021 - 12h:07 Créditos: HoraH Notícia
Crédito: .

Montes de terra foram colocados nos acessos e saídas de Bariri, cidade a 37 km de Jaú, para impedir a circulação das pessoas e garantir cumprimento ao lockdown decretado pelo prefeito Abelardo Simões Filho, o Abelardinho. As medidas duras de restrição entraram em vigor às 6h desta 6.a feira (12) e seguirão até 6h da próxima 3.a feira (16). A intenção do Município é reduzira circulação das pessoas e também do coronavírus, causador da pandemia da Covid-19.

Barreiras sanitárias também foram montadas nos dois únicos acessos à cidade que estão liberados, onde profissionais da Saúde, apoiados pela PM, estão atuando. Eles ficam no trevo principal para quem chega de Jaú à cidade e na saída para Bauru. Supermercados, açougues e padarias estão fechados; postos de combustíveis não podem abastecer veículos particulares (só da saúde, segurança e táxis); escritórios, comércio e outros serviços não funcionam.

Montes de terra impedem acesso à cidade em vários locais (Foto: Reprodução)


Postos de combustíveis tiveram filas ontem, o dia inteiro (Foto: HoraH)

HORAH apurou que somente dois frigoríficos (um de aves e um de carne bovina) estão trabalhando com turnos específicos na cidade. Serviços de delivery estão sendo controlados também. Segundo as autoridades municipais, a Saúde em Bariri entrou em colapso, não há mais vagas de UTI para novas internações e faltam até bicos de oxigênio para os pacientes. Quem tentou ‘furar’ o lockdown na manhã de hoje, foi abordado pela fiscalização e teve de retornar para casa.

Após o anúncio do lockdown total de Bariri, no início da noite da 4.a feira (10), houve uma corrida aos mercados, para compra de alimentos, e postos de combustíveis, para garantir o abastecimento de veículos. Ontem teve fila grande nesses estabelecimentos, o dia inteiro. Hoje a cidade amanheceu simplesmente parada. Municípios vizinhos, como Itaju e Boraceia, seguem o lockdown de Bariri — afinal, eles dependem do sistema de saúde local.

MAIS NOTÍCIAS ACESSE O PORTAL HORA H

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias