Menu
Segunda, 03 de agosto de 2020

Covid: cenário piora em Jaú e prefeito vai fechar quase tudo de novo

Casos confirmados cresceram mais de 100% em um mês e número de mortes segue mesmo índice

14 de Jul 2020 - 19h:59 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: .

O Jaumais apontou em reportagem no domingo que os números da pandemia estavam disparando em Jaú – em 30 dias aumento de 100% no número de mortes e de 106% no número de casos positivos de covid-19. Na segunda-feira, nova reportagem apontava número recorde de casos suspeitos, com 219. Esse cenário acendeu o alerta na Prefeitura de Jahu, que deve publicar decreto fechando quase tudo de novo na cidade.

A informação de que o prefeito Rafael Agostini vai adotar medidas restritivas para os próximos dez dias teria saído do Conselho de Desenvolvimento Econômico. Depois de brigar para flexibilizar o comércio em geral e os serviços não essenciais quando estava na fase Vermelha, agora decide retroceder estando na fase Laranja. É o temido “abre e fecha” previsto por causa das aglomerações sem fim na cidade.

“Não é o Estado (que vai nos rebaixar), só Jaú. Ficamos várias semanas bem. Mas agora está ruim. Precisa quebrar a onda”, justificou o secretário e Desenvolvimento, Carlos Ramos, o Kakai, em entrevista ao portal HoraH. “Vai restringir. Mas ainda não está definido até que ponto”.


Recorde de casos suspeitos - A página Tem Coisas Jaú, que é praticamente uma porta-voz da Prefeitura de Jahu, divulgaou trechos de de áudio do secretário Carlos Ramos, admitindo o retorno à fase em que só serviços essenciais podem funcionar.

Em resposta à ação judicial sobre as medidas de flexibilização, ele teria dito: “Independentemente disso [decisão sobre a Ação], nós vamos ter de restringir nos próximos dias. Houve uma piora nos números e não é possível manter como está."

Nesta terça-feira, o boletim epidemiológico aponta 619 casos positivos em Jaú (31 a mais do que ontem), ou seja, 117% a mais do que há um mês. Também traz recorde no número de casos suspeitos: 225. Em termos de mortes, Japu registrou cinco no fim de semana de moradores da cidade – e duas segunda e terça de moradores de fora que vieram se tratar na Santa Casa de Jaú.


De 17 a 27 fechada - Na página Central da Notícia, a informação de Jaú vai voltar para o cenário de uma fase Vermelha, também está em destaque. “Não ficaremos com tudo aberto, isso é certeza" diz membro do comitê gestor do coronavírus na cidade. O novo decreto mais restritivo é esperado para esta quarta-feira, dia 15 de julho.

Pelo decreto, a cidade permaneceria 10 dias (de 17 a 27) apenas com os serviços essenciais em funcionamento. Ou seja, só poderiam funcionar os serviços essenciais (supermercados, postos de combustível, farmácias, açougues, padarias e estabelecimentos que comercializem produtos de primeira necessidade, como material de construção, elétricos e afins). Indústrias podem funcionar normalmente.


Colaboração – Jaú está enquadrada na fase 2 (Laranja) e esperava ir para fase 3, já que os números apontavam um bom cenário para Jaú no fim de junho e início de julho – a Prefeitura dizia que a cidade tinha indicadores de fase 2, 3 e até 4. Tudo mudou. "Vamos parar por 10 dias e reavaliar a situação", disse um dos membros do comitê à Central da Notícia. "Não adianta as empresas em geral colaborarem se a população também não colaborar".

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias