Menu
Sábado, 10 de abril de 2021

Jornalista e professor da Unesp, jauense Ricardo Nicola é encontrado morto com agressões

Ele foi localizado na própria casa, no Jardim Parati: carro da vítima foi levado

17 de Mar 2021 - 14h:37 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Ricardo Nicola. reprodução Facebook

Jornalista e professor de comunicação da Unesp, de Bauru,  o jauense Ricardo Luis Nicola foi encontrado morto na própria casa, no Jardim Parati, em Jaú, na manhã desta quarta-feira.

A Polícia Militar informa que a equipe foi acionada por vizinhos - eles teriam estranhado portão da casa aberto. Quando entraram na residência se depararam com Nicola morto e com marcas de agressão.

O veículo da vítima foi levado pelo assassino ou assassinos. Não tem suspeito até o momento e o caso segue em investigação pela Polícia Civil. A motivação do assassinato ainda será apurada. Qualquer informação, procure a polícia.

O jornalista formado na Unesp no fim dos anos 80 criou em Jaú a Rede Folhas, especializada em publicações para entidades de médicos,  dentistas e dos setores calçadista e comércio.

 Decidido a investir na carreira de professor, fez mestrado na área, doutorado e pós-doutorado pela Universidade de Toronto. Era professor no Departamento de Comunicação Social da Universidade Estadual Paulista - Unesp como Professor Assistente Doutor. 


REPERCUSSÃO

Denis Reno colega de trabalho de Nicola na Unesp, lamentou a morte lembrando do grande momento profissional do professor:

"RICARDO NICOLA foi um professor do DCSO que encarou todas as dificuldades que podeos imaginar. E venceu todas elas. Nunca me esqueço do dia em que ele disse pra mim: "se as pessoas soubessem o que eu já passei na UNESP ficariam de queixo caído". Era uma pessoa doce, uma pessoa do bem. Se defendia como podia dos urubus que sobrevoam a universidade onde se formou e trabalhou. Vivia um momento sensacional da sua carreira. Era professor credenciado no PPGMiT-MP e acabara de ser eleito vice-chefe do departamento. Na manhã de hoje, um latrocínio tirou dele o direito de viver. O mundo ficou mais escuro, mais triste, mais injusto. Nicola, meu querido AMIGO, siga com luz, mas com toda a luz que você sempre exalou. Até um dia."


Rede social

Natalia Viola:

"É difícil conseguir lidar com as reviravoltas que a vida dá, principalmente quando os acontecimentos não são naturais como esse que levou nosso querido Ricardo Nicola.  Uma pessoa de muita luz, muita luta e que vivia com um sorriso no rosto e alegrava por onde passava. Sentirei saudades das nossas conversas e cafés no Departamento e de seus conselhos. A FAAC nunca mais será a mesma sem você. Sua alegria e presença serão eternamente sentidas e farão uma falta enorme!"

Bruna Mano:

"Meu Deus que tristeza professor! Tive o privilégio de ter aulas com o Prof. Ricardo Nicola e ser orientada por ele no meu projeto de conclusão de curso de jornalismo na UNESP. Além do lado profissional, uma pessoa sempre muito carinhosa, atenciosa e prestativa. Por várias vezes nos encontramos em barzinhos e ele sempre muito educado e interessado em saber sobre nosso futuro profissional. Fica a lembrança da última frase que ouvi do sr.: "Não tem nada que me dê mais orgulho do que encontrar meus ex-alunos e ver o quanto vocês evoluíram". Fique em paz professor, que Deus te receba em seus braços."

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias