Menu
Sexta, 14 de maio de 2021

Agências do INSS de Jaú e região reabrem para atender por agendamento, mas sem perícia

O Instituto reverteu a decisão judicial e garante a reabertura no Estado; perícias médicas estão parcialmente suspensas

17 de Set 2020 - 08h:13 Créditos: Paulo César Grange, com JC NET
Crédito: Reprodução

As agências do INSS reabrem nesta quinta-feira. A de Jaú, na rua Campos Salles, é uma das que retomam as atividades paralisadas desde março. Em algumas agências da região não serão feitas perícias. Os atendimentos são por agendamento. O INSS confirmou que reabrem hoje as agências subordinadas à região de Bauru. No caso, a de Bauru, gerência e das cidades de Agudos, Avaré, Botucatu, Jaú, Lençóis Paulista, Brotas, Barra Bonita, Bariri e Taquarituba, mas segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (Anpm) ainda não haverá perícia médica

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que reverteu a decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), que havia suspendido a reabertura gradual de suas unidades no Estado de São Paulo. Com isso,  o órgão retoma parcialmente o atendimento presencial, com a reabertura de 128 agências no estado. As unidades podem ser consultadas no site covid.inss.gov.br.

Na decisão que revoga a liminar concedida no fim de semana, o INSS diz que o TRF3 reconhece que o órgão público adotou medidas para garantir a segurança tanto dos segurados quanto dos servidores. 

PERÍCIA MÉDICA

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Rolim, informou que as perícias médicas serão retomadas em 151 agências das 600 previstas para retornar em todo o País. O serviço de perícia, que deveria ter recomeçado no início da semana, acabou suspenso para que se realizassem novas inspeções sanitárias nas agências, que estão ocorrendo justamente hoje.

"Aquelas [unidades] em que for feita inspeção já retomam o trabalho, o que é um alento para a população", afirmou Rolim, durante fiscalização em uma agência localizada no Setor Comercial Sul, região central de Brasília. Também participaram da vistoria o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, e o secretário de Previdência, Narlon Nogueira.

As novas inspeções ocorrem depois que médicos peritos decidiram não retomar as atividades alegando falta de segurança. De acordo com a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, apenas 12 tinham estrutura para retorno seguro neste período de pandemia.

TRABALHO

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, disse que o protocolo adotado foi discutido durante meses com servidores públicos e suas associações e que é hora de retornar ao trabalho. "Essa volta não é precipitada, muito pelo contrário, ela foi muito estudada. E agora é o momento de voltar, gostem ou não, infelizmente eu preciso ser muito claro: nós precisamos prestar o serviço à população", afirmou Bianco.



Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias