Menu
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

Jaú vai receber 2.960 doses para vacinar 1.480 profissionais da saúde de UTI e enfermarias (linha de frente)

Somente quem trabalha na linha de frente da covid – UTI e enfermarias será imunizado agora. Dependendo do setor, o profissional da saúde não será vacinado com essas doses iniciais

20 de Jan 2021 - 09h:53 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Relação de quantas doses cada cidade da DRS de Bauru vão receber até o fim de semana

As doses da vacina Coronavac esperadas por Jaú devem estar a caminho, já que não chegaram na terça-feira como previsto inicialmente – a região de Bauru teve um atraso e as cidades não receberam. O  que se sabe é que virão para Jaú 2.960 doses, suficientes para imunizar 1.480 profissionais da saúde. São somente eles que vão tomar a vacina neste momento. E somente quem trabalha na linha de frente da covid – UTI e enfermarias. Dependendo do setor, o profissional da saúde não será vacinado com essas doses iniciais. A estimativa é que Jaú tenha mais de 5 mil profissionais da saúde.

Do total de doses que Jaú vai receber, metade precisa ser guardada para ser reaplicada na mesma pessoa 21 dias após a primeira dose. Esse é o protocolo para garantir o máximo de proteção. Idoso com mais de 75 anos só deverão receber a vacina a partir de 8 de fevereiro (abaixo, o cronograma).

A data prevista para o início da aplicação é 25 de janeiro, conforme divulgado pelo governo de São Paulo. O secretário de Saúde de Jaú, Rodrigo De Callis Brandão, disse em vídeo que seria essa data, mas depois explicou que é possível aplicar tão logo as doses estejam disponíveis. 

O Estado de São Paulo tem 1,5 milhão de vacinas e está distribuindo lotes pequenos para cada cidade para vacinar somente o grupo prioritário dos profissionais de saúde – com base na última campanha de vacinação contra gripe. Eles deverão tomar no próprio hospital. 

Também vão receber as vacinas quem está nas unidades municipais de saúde. Profissionais da saúde de estabelecimentos particulares vão receber num momento posterior. O Estado ainda não tem vacina para atender todos grupos prioritários. Depende de liberação do lote em estoque no Butantan, de importação e de futura fabricação própria. Vai demorar vários meses para atingir a maior parte da população necessária.


CRONOGRAMA COMPLETO DO PLANO ESTADUAL DE IMUNIZAÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS

– 25 de janeiro a 28 de março

– 9 semanas de duração

– Duas aplicações por pessoa, com intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda dose

Cronograma de vacinação:

Dose 1
25/01 Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas
08/02 Pessoas com 75 anos ou mais
15/02 Pessoas com 70 a 74 anos
22/02 Pessoas com 65 a 69 anos
01/03 Pessoas com 60 a 64 anos

Dose 2
15/02 Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas
01/03 Pessoas com 75 anos ou mais
08/03 Pessoas com 70 a 74 anos
15/03 Pessoas com 65 a 69 anos
22/03 Pessoas com 60 a 64 anos

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias