Menu
Quinta, 03 de dezembro de 2020

Desembargador que deu “carteirada” em Santos é de Jaú: chacota em redes sociais

.

20 de Jul 2020 - 22h:28 Créditos: Paulo César Grange, com sites de notícias
Crédito: Reprodução redes sociais: Desembargador rasga multa e joga no chão

O desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, 63 anos, que chamou o agente de fiscalização de analfabeto em Santos, rasgou a multa por não usar máscara e ainda tentou se livrar da punição dando uma “carteirada”, é de Jaú. E o caso virou motivo de chacota para a cidade e para os demais jauenses.  O fato ocorreu no sábado na orla santista ao ser abordado por  um agente municipal de segurança. Siqueira está sendo alvo de inquérito.

“Jaú é a capital do país dos absurdos. Só podia ser daqui”, comentou Sebastian Cabeleireiros em rede social em postagem do jornalista Jorge Soufen, que é de Jaú e trabalha na capital. Soufen “passou a fita” para quem não sabia da terra natal do desembargador multado duas vezes. Justamente no dia em que uma passeata na cidade pede a reabertura de academias, restaurantes, salões de beleza e barbearia.


“Sabe o desembargador da carteirada? Adivinhem de onde ele é? Isso mesmo! Jaú! Filho da cidade pujante que ruma ao futuro, onde hoje houve uma manifestação pró-abertura de academias que lotou as ruas do centro! Como diz nosso hino: ‘Jahu, Jahu, qual o peixe do teu rio, tua burr... bravura é imortal!”, brincou Jorge Soufen.

Outra postagem, de Kátia Brochado Bruckner, segue a mesma linha: “Ah, bem que eu percebi que era um sobrenome bem conhecido aqui em Jaú quando o apresentador do jornal falou o nome completo. Jauenses sendo nacionalmente conhecidos pela arrogância, com ou sem títulos ‘importantes “.


Angela Carvalho: "Vergonha para os nós jauenses, as atitudes do nosso conterrâneo, o desembargador, dizendo a um ser humano ,que ele é melhor, e que tem mais direitos.Justamente quem deveria agir em prol do progresso de direitos e deveres igualitários. Vergonha."

Vanessa Padilha Aroni: “Não creio! Se bem que pela primorosa educação, sinal característico da maioria dos jauenses, eu deveria ter desconfiado!”

Jeferson Alexandre Miranda: “Só podia ser deste canto feudal do Brasil. Coronelismo atualizado”

Eduardo Siqueira, chamou o agente de fiscalização de ?analfabeto?, rasgou a multa e ainda tentou se livrar da punição comunicando o fato ao secretário de Segurança Pública da cidade. Toda a abordagem foi filmada pelos guardas-civis, e as imagens viralizaram na internet.


Notícia nacional - O assunto virou notícia em todos os canais de tv e portais. Um deles, o GauchaZH, por exemplo, faz menção a Eduardo Siqueira ser jauense. “Natural de Jaú (SP), Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira ingressou na magistratura em 1983. Atuou nas cidades de Bauru, Santos, Nova Granada, Ribeirão Pires e na capital paulista. Foi nomeado desembargador em maio de 2008. No Tribunal de Justiça de São Paulo, ele coordenou a secretaria de Saúde do órgão. O setor é o responsável por diagnosticar, monitorar e implementar ações de prevenção e rastreamento de doenças e promover a readaptação de servidores.”

A reportagem do GauchaZH informa que procurou Siqueira, mas não o localizou. O Tribunal de Justiça de São Paulo afirmou, em seu site, que ao tomar conhecimento do caso instaurou um procedimento de apuração, requisitou a gravação original da abordagem e ouvirá, com a máxima brevidade, os guardas-civis envolvidos e o magistrado.

A notícia prossegue: Santos vem aplicando multas a quem não usa máscara para tentar conter o avanço do coronavírus em sua população. Até o momento, a cidade contabiliza o maior número de casos, óbitos e internações por Covid-19 em toda a Baixada Santista. São 12.852 contaminados, 425 óbitos e 172 pessoas em tratamento. Segundo a gestão do prefeito Paulo Barbosa (PSDB), ao menos 36 pessoas sem máscaras foram multadas neste último sábado na orla da cidade, incluindo o desembargador Eduardo Siqueira.


A NOTÍCIA NA ÍNTEGRA ESTÁ NO SITE GAUCHAZ. CLIQUE AQUI


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias