Menu
Sábado, 10 de abril de 2021

Polícia prende autor do crime contra comerciante em Jaú

Comparsa continua foragido

22 de Out 2020 - 11h:21 Créditos: Plantão de Notícia
Crédito: Reprodução/Plantão de Notícia

Reportagem publicada pelo Plantão de Notícia mostra que a Polícia conseguiu prender o autor do crime contra o comerciante  

Francisco Perez Filho, morto ano passado em sua loja de produtos pet. Abaixo.

Investigado e preso pelas equipes da DIG de Jaú, ele confessou a autoria do latrocínio que vitimou dono de loja de rações em maio último.  O comparsa dele, também  já identificado , segue foragido tendo sido decretada sua prisão.  

Francisco Perez Filho, na época com 58 anos, foi assassinado a tiros por dois homens que na tarde do dia 13 de maio, tomaram de assalto  a loja de ração da qual era proprietário,  na rua Prudente de Morfais, na Vila Nova.

De acordo com o registro policial, os dois homens chegaram de motocicleta. O garupa  saltou, ingressou na loja e durante o roubo, teria alvejado o comerciante que morreu no local.  

Desde os fatos, os policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais de Jaú passaram a realizar diligências com o propósito de identificar os autores do latrocínio que provocou a morte do comerciante. Com essas diligências os policiais identificaram um dos coautores, mais especificamente o executor dos disparos como sendo J.A.D.S. N. de 19 anos de idade, o qual já era conhecido nos meios policiais em razão de assaltos praticados anteriormente, sempre  com extrema violência e crueldade.

Uma vez identificado, com apoio dos policiais civis da 9º Subdivisão Policial de Maringá no Estado do Paraná,  ele foi capturado naquela cidade pelas equipes da DIG de Jaú e quando interrogado acabou por admitir ser o autor dos disparos que ceifaram a vida do empresário, confessando ainda que atirou  contra o funcionário do estabelecimento, também com o intuito de mata-lo para subtrair valores das vítimas e do estabelecimento.  

O outro indivíduo, no caso o condutor da motocicleta utilizada durante o assalto  foi identificado como sendo provavelmente A.D M. de 22 anos de idade, também conhecido por seu histórico de crimes violentos e por sua provável participação numa organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios paulistas.  

Uma vez decretada sua prisão temporária, na noite da quarta feira (21)  ele atentou contra a vida dos policiais civis que o abordaram. Ele teria  jogando o veículo que conduzia contra os investigadores para evitar a abordagem, empreendendo fuga e não sendo localizado.  

A dupla também é investigada pela tentativa de latrocínio que vitimou um policial militar em folga, ocorrida na noite do dia 3 de agosto do ano passado,  no interior de uma   pizzaria então localizada na rua Saldanha Marinho.  

Considerando os elementos de informação e as provas obtidas com as investigações, o delegado Marcelo Góes, diretor da Delegacia de Investigações Gerais de Jau já  representou pelas prisões preventivas de ambos, destacando que A.D.M. de 22 anos, identificado como o condutor da motocicleta  quando do assalto à loja de raçõles segue foragido e procurado pela polícia.

A NOTÍCIA NA ÍNTEGRA ESTÁ NO SITE PLANTÃO DE NOTÍCIA

https://www.plantaodenoticia.net/policia-prende-cvhi

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias