Menu
Domingo, 05 de abril de 2020

Santa Casa de Jaú encomenda 10 respiradores e pede ajuda pra pagar a conta

A campanha está orçada em R$ 900 mil (custo dos respiradores e demais equipamentos utilizados na UTI, como monitores de sinais vitais, etc)

26 de Mar 2020 - 08h:03 Créditos: Paulo César Grange / Otávio Frabetti
Crédito: Divulgação - imagem da campanha

A Santa Casa de Jaú está se antecipando a um agravamento da pandemia do coronavirus. Encomendou respiradores e monitores para ampliar a capacidade de atendimento. E conta com todos para ajudar a pagar a conta. Campanha está sendo realizada para levantar recursos. Colabore por meio de depósito em conta corrente.

A Santa Casa de Jahu lançou nesta quarta-feira, 25 de março, campanha para a compra de respiradores pulmonares e monitores de sinais vitais. Os equipamentos são utilizados nas UTIs para fornecer ventilação artificial aos pacientes que não conseguem respirar sozinhos.

Dez novos aparelhos foram encomendados e devem chegar até o fim de março. O reforço se deve a um planejamento do hospital para enfrentar a pandemia do Coronavírus.

“Se casos mais graves aparecem no hospital e precisarem ser internados na UTI, estamos prontos para atender à população de Jaú e Região”, explica o provedor da Santa Casa, Alcides Bernardi Júnior.

A campanha está orçada em R$ 900 mil (custo dos respiradores e demais equipamentos utilizados na UTI, como monitores de sinais vitais, etc). As doações só podem ser feitas por depósito ou transferência bancária. Qualquer ajuda é bem-vinda!

Seguem os dados:

Banco Santander

Agência 0030

Conta Corrente 13000862-1

CNPJ: 50.753.631/0001-50

Favorecido: Irmandade de Misericórdia do Jahu

Doação só pode ser feita por Depósito ou Transferência Bancária


Mais Leitos

Até abril, o hospital vai liberar dez novos leitos de UTI, exclusivos para atender pacientes com Coronavírus. É nesse setor que os respiradores e demais equipamentos necessários vão ser instalados.

 “Nós estávamos reformando um ala do hospital para unificar a UTI Adulto no mesmo andar. No entanto, o governo estadual solicitou aos hospitais a abertura de novos leitos de UTI e vamos atender a esse pedido. Por isso, a unificação está, no momento, suspensa e com o término da reforma vamos disponibilizar 10 leitos de UTI destinados a pacientes com a doença”, destaca Alcides Bernardi Júnior.   

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias