Menu
Sábado, 10 de abril de 2021

Jaú e região são rebaixadas para FASE VERMELHA e só serviços essenciais podem funcionar a partir de segunda-feira

Governador João Dória divulga novo mapa e praticamente todo o interior cai para fase 1; Bauru e mais 67 cidades estão na mesma situação

26 de Jun 2020 - 13h:34 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: REprodução do mapa divulgado nesta sexta pelo governo de SP

A cidade de Jaú e mais 67 da região que inclui Bauru foram rebaixadas para a FASE VERMELHA no Plano São Paulo, portanto, terão de endurecer as normas de abertura da economia a partir de segunda-feira. Jaú estava na fase LARANJA, mas com a piora dos indicadores de saúde na regional de Bauru, todas as cidades terão de restringir ainda mais a circulação de pessoas. O governador João Dória divulgou nesta sexta-feira um novo mapa, colocando quase todo o interior na fase VERMELHA. A Capital, por sua vez, subiu para a fase AMARELA.

Em Jaú, o prefeito Rafael Agostini tinha anunciado na terça-feira algumas medidas de flexibilização para restaurantes e academias, como se já estivesse na fase AMARELA, mas essas medidas foram questionadas pelo Ministério Público. Jaú teve de explicar as medidas e já fez na noite de quinta-feira. Segundo o secretário municipal Carlos Ramos, o Kakai, do grupo gestor da pandemia na cidade, Jaú tem vários indicadores que a colocam na fase AMARELA. Em entrevista à Rádio Piratininga, o secretário disse que os argumentos não fossem aceitos, Jaú teria de cumprir a regra e endurecer os setores não essenciais.

Na mesma entrevista, Kakai disse temer um rebaixamento para a fase VERMELHA, e explicou que o Município não deverá recorrer da decisão. No entendimento da Prefeitura, não compensaria o desgaste do recurso, já que a tendência é não obter decisão favorável. Portanto, agora é esperar novo decreto ajustando a situação da cidade às normas do Estado.

A informação de que toda a região retrocedeu de fase foi confirmada na coletiva de imprensa realizada pelo governador João Doria, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. Trata-se do segundo retrocesso seguido, já que no último 10 região caiu da fase AMARELA, que é mais flexivel. Com a fase VERMELHA, somente estabelecimentos como supermercados, padarias e farmácias podem funcionar

Nessa mesma situação, além de Jaú e Bauru, estão as regiões de São José do Rio Preto, Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Sorocaba, Registro, Franca, Ribeirão Preto e Piracicaba

SETORES AUTORIZADOS A FUNCIONAR NA FASE 1 (VERMELHA) (fonte: JC.NET)

– Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e estabelecimentos de saúde animal.

– Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local.

– Bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru). Válido também para estabelecimentos em postos de combustíveis.

– Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção.

– Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos.

– Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais.

– Segurança: serviços de segurança pública e privada.

– Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens.

– Construção civil, agronegócios e indústria: sem restrições.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias