Menu
Sexta, 14 de maio de 2021

XV vence Inter de virada com gol de Nenê no último minuto

.

27 de Out 2020 - 18h:53 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Paulo César Grange

Um gol de Nenê aos 51 minutos do segundo tempo garantiu a vitória do XV de Jau sobre a Inter de Bebedouro na rodada desta terça-feira do Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão. Foi de virada, já que aos 29 minutos da etapa inicial a Inter abriu o placar numa bola rebatida que sobrou para o jogador Murilo.

O gol de empate foi contra, aos 22 do segundo tempo, marcado pelo zagueiro da Inter num lance em que Palmares estava na bola e tocaria para o gol não fosse a tentativa de cortar a bola do atleta da Inter. O XV se mantém em segundo lugar no grupo e no domingo vai jogar em São Carlos contra o Grêmio São-Carlense.

Na mesma rodada, a Francana derrotou a Matonense por 4 a 2 e se manteve na primeira colocação com 10 pontos, contra sete do XV. A rodada do próximo domingo encerra o primeiro turno. A Francana não joga. A Inter vai pegar a Matonense.


Nenêmarca de voleio o gol da vitória

Gol da vitória

Autor do gol da vitória, o atacante Nenê foi cumprimentado por todos no fim da partida. E nem queria falar sobre o lance. “Gol muito importante. Graças a Deus e a muito trabalho. Espero continuar assim. O Fleck estava puxando pela direita e o Thawan chamando atenção para eu fechar e eu consegui concluir.”

O lateral Praxedes, que deixou o gramado no final da partida justamente para a entrada de Nenê, fez questão de comemorar com o amigo. Ele analisa o que foi o jogo. “A gente sabe que a Bezinha não é fácil. Os jogos são difíceis. Mas a gente prega sempre que o jogo só acaba quando o árbitro apita. A gente foi buscar, sabe a força do nosso time, que luta até o final. E mostrou isso. Agora é pé no chão e trabalhar firme durante a semana para domingo chegar em São Carlos e sair com os três pontos.”

O goleiro Pedro disse que a Bezinha é assim mesmo. “Vamos pegar times fechados nessa divisão, temos de ter paciência, rodar a bola  e agradecer todo mundo. O professor mexeu bem e a rapaziada que entrou, entrou com vontade e foi pra cima.”

Palmares e Zapata na comemoração do primeiro gol do XV

Treinador

O técnico Sérgio Caetano reconhece que o XV não teve o rendimento esperado. “Um comportamento muito abaixo. Foi visível. Os próprios jogadores estavam com vergonha. Tem dia que não vamos fazer acontecer ,não vai ter show, como foi no jogo contra a Francana, onde todo mundo se sobressaiu. Hoje foi diferente, caímos numa armadilha que nós criamos. Mas o importante foi a vitória, de luta, e em momento algum o pessoal desacreditou”.

O treinador disse que com as cinco mudanças o time mudou o comportamento geral no segundo tempo e sobre Nenê, disse que conversou com ele durante a semana. “Estava de cabeça baixa, vindo de lesão e até brincamos que ele iria entrar e ser premiado com um gol. E acabou a palavra sendo abençoada”.

O XV jogou com Pedro; Luis Dário, Guilherme Café, Thawan e Praxedes (Nenê); Zulu (Zapata), Vinicius (Molina) e Júnior Praxedes (Nenê); Fleck. Batalla e Jonny (Kevin Caicedo).

Gols:Murilo (Inter, 29 min, 1T), contra (para o XV 22min, 2T) e Nenê (XV, 51min, 2º T)




widget de imagem

widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias