Menu
Segunda, 12 de abril de 2021

Depois de prometer projetos no pós-pandemia em ginásio de esportes, Prefeitura interdita local

Falhas estruturais de construção são fatores de interdição do prédio. No vídeo Marcio Almeida e Ana Luiza falam sobre falhas estruturais de construção que levaram à interdição.

28 de Fev 2021 - 17h:29 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: Reprodução do vídeo mostra danos à praça esportiva

Três dias depois de reunir a garotada do Residencial Cidade Alta no Ginásio de Esportes  Leonardo Washington Tumolo Sobrinho (Tumolim) para pedir a colaboração na preservação do local e prometer projetos esportivos no pós-pandemia, a Prefeitura de Jahu decidiu interditar a praça esportiva. Alega problemas estruturais e risco para os frequentadores.

A interdição é por prazo indeterminado. Material quebradiço das arquibancadas foi colhido para análise da resistência. Também se verificou rachaduras. A interdição foi comunicada por meio de vídeo enviado à imprensa na última quinta-feira.

“Apresenta problemas na estrutura e não sabemos quais podem ser as consequências. A Prefeitura achou melhor interditar antes que aconteça algum acidente”, disse a as engenheira Ana Luiza Grizzo Bertoldi.

CLIQUE AQUI. VEJA VISTORIA NO LOCAL.

Márcio  Almeida e Carlos Oliveira

Estiveram no local os secretários Marcio Almeida (Mobilidade Urbana), Carlos Donisete de Oliveira (Esportes) e Gabriela da Matta Guedes (secretária Adjunta de Projetos). Também participaram da inspeção local as engenheiras civis Ana Luiza Grizzo Bertoldi (Secretaria de Projetos) e Simone de Oliveira Burgos Dua (Secretaria de Mobilidade Urbana).

LEIA MATÉRIA ANTERIOR SOBRE PROMESSA DE PROJETOS ESPORTIVOS NO LOCAL.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias