Menu
Sexta, 21 de janeiro de 2022

Assassinado, Wesley terá velório com caixão lacrado: sepultamento às 16h15

HORAH informa sobre enterro do jovem de 32 anos raptado em Jaú e morto em Itapuí

28 de Dez 2021 - 13h:38 Créditos: Redação, com HORAH
Crédito: Reprodução/DIG

O site de notícias HoraH Notícias publicou nesta tarde que o velório do jovem Wesley Whoterson Arroyos será de caixão fechado. Segundo o portal, o sepultamento está marcado para o fim da tarde no cemitério municipal de Jahu. O jovem de 32 anos foi morto a pauladas, facadas e atropelado, depois de ser raptado em Jaú na noite ou madrugada de domingo para segunda. Abaixo, mais detalhes do crime.

O corpo de Wesley Whoterson Arroyos, 32 anos, será velado na sala 1 do Luto Paulista (Av. Frederico Ozanan) e sepultado às 16h15 desta 3ª feira (28), no cemitério municipal de Jaú. De acordo com o serviço funerário, o caixão estará lacrado – recomendação feita pelo IML.


Carro foi queimado e abandonado no distrito de Potunduva, em Jaú (FOTO: Reprodução/DIG)

Wesley morava com os pais na Chácara Flora, Zona Oeste de Jaú, e, segundo a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), foi morto a pancadas, facadas e atropelamento na madrugada de SEGUNDA-FEIRA (27), em canavial do município vizinho de Itapuí. O local em que o corpo estava foi informado por um dos responsáveis pelo crime.

Wesley Arroyos

Cinco pessoas foram identificadas e presas pela DIG: quatro rapazes de 18 e 19 anos de idade, um deles homossexual, e um menor de 17. Três deles estão presos em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte) e corrupção de menor, um por receptação e o menor encaminhado para internação por ato infracional semelhante ao latrocínio. HORAH apurou que ao menos parte dos criminosos teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Tudo começou no Sani, Zona Oeste, madrugada de 2ª feira (27), quando Wesley foi abordado, agredido e colocado na mala do Fiat Uno que conduzia, desacordado. O assassinato ocorreu no canavial em Itapuí, primeiro a facadas e, quando ele tentou se levantar, por atropelamento. Dinheiro que estava na carteira e cartões foram usados pelos criminosos. Ontem (27), o carro foi incendiado nos arredores do distrito de Potunduva.

A REPORTAGEM ORIGINAL ESTÁ NESTE LINK. CLIQUE

LEIA MAIS SOBRE O CRIME NO JAUMAIS. CLIQUE AQUI

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias