Menu
Domingo, 14 de abril de 2024

Escola de Inovadores: projeto da Fatec Jahu fica entre os melhores do Estado

.

29 de Fev 2024 - 08h:40 Créditos: Assessoria Fatec
Crédito: Reprodução

Estão abertas até 17 de março as inscrições para a 18ª edição da Escola de Inovadores, um curso de extensão em empreendedorismo cujo objetivo é oferecer apoio e capacitação a projetos de negócios. Em Jahu, o curso é realizado na Fatec e faz parte do programa Trilha de Empreendedorismo e Inovação, do Centro Paula Souza. O curso é gratuito e oferece, durante 40 horas de capacitação distribuídas em sete semanas, treinamento e mentoria para o desenvolvimento de uma ideia de negócio e inovação. Em 2023, um projeto desenvolvido na faculdade para pacientes com câncer de mama ficou entre os 20 mais bem avaliados em todo o estado de São Paulo.
A metodologia da Escola de Inovadores é baseada em aprender fazendo: ao longo do curso, alunos e alunas desenvolvem o modelo da ideia que pretendem realizar enquanto recebem orientações práticas sobre ferramentas e aplicabilidade delas em modelos de negócios.  

As aulas são semanais e acontecem online. Segundo o professor Roberto Augusto dos Santos, Agente Regional de Inovação e coordenador do projeto da Escola de Inovadores em Jahu, o curso pode ser apenas o primeiro passo para um projeto empreendedor. “Os melhores 50 projetos, se houver interesse, vão para a fase da Vitrine Inova CPS. É onde são oferecidas mentorias em diversas áreas”, explica. Na fase seguinte, 20 projetos podem ser escolhidos para o Acelera, programa que apoia o desenvolvimento de planos de negócios que envolvem marketing e finanças, por exemplo. “Nesta fase – o Acelera – estes 20 projetos já têm a possibilidade de buscar captação de recursos, seja em agências de fomento como Fapesp ou Finep, ou no setor privado”, afirma Santos. 

Uma ideia de sucesso 

Em Jahu, um projeto desenvolvido durante aulas na Fatec foi um dos mais bem avaliados em 2023 e conquistou um lugar no Acelera, a fase final e mais disputada no programa da Trilha do Empreendedorismo. A ideia surgiu a partir de uma experiência pessoal da aluna Lívia Maria de Tillio e das discussões com o colega Hiago Henrique Marangueli nas disciplinas de Ergonomia e Projeto do Produto, no curso de Gestão da Produção Industrial. Depois de algumas pesquisas, ambos decidiram pela produção de próteses mamárias em impressora 3D para atender pacientes com câncer de mama. 

Nascia ali o Projeto Vênus. 

“Olhando para o mercado de próteses externas de mama, percebemos que infelizmente só existem modelos padronizados de tamanho e modelagem. Pensando na individualidade de cada paciente e utilizando o escaneamento corporal e a modelagem 3D, começamos a testar os primeiros protótipos” explica Lívia, ela mesma uma ex-paciente oncológica.
A iniciativa ganhou a adesão do Hospital Amaral Carvalho, de Jahu, uma das referências no tratamento oncológico no estado de São Paulo, e tomou impulso a partir da Escola de Inovadores. Tanto Lívia como Maranguelli fizeram o curso e a ideia foi tomando corpo até chegar à fase atual – o Acelera. “O programa é incrível, nos faz pensar no produto, em termos mercadológicos! Realmente nos faz pensar fora da caixa”, conta Lívia. Agora, a expectativa de ambos é ver o Projeto Vênus tomar corpo a partir de possíveis interessados na produção das próteses em 3D sob medida.  

 Serviço 

Escola de Inovadores – CPS e Fatec Jahu 

Inscrições até 17.03  no link https://inova.cps.sp.gov.br/inscricao-escola-de-inovadores-18/ 

Quem pode participar: Alunos, ex-alunos de cursos técnicos e tecnológicos do Centro Paula Souza ou de qualquer instituição de ensino público ou privado de nível médio, médio-técnico ou superior, bem como pessoas da comunidade que se interessem por empreender. 

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias