Menu
Sexta, 18 de setembro de 2020

São Paulo registra 295 mortes nesta sexta, o segundo maior número desde o início da pandemia

.

29 de Mai 2020 - 19h:20 Créditos: Paulo César Grange, com GSP
Crédito: Ag.BR

O Estado de São Paulo registrou nesta sexta-feira a marca de 295, a segunda maior num só dia desde o início da pandemia. Antes, o  maior número era 324 depois de um fim de semana.  

Com o registro de 5.691 novos casos nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo chega agora ao registro de 101.556 casos confirmados do novo coronavírus. O estado também soma 7.275 óbitos provocados pela covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus).

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, o estado tem 12,5 mil pacientes internados em hospitais por suspeita ou confirmação de coronavírus, sendo 4.710 em unidades de terapia intensiva (UTI) e 7.822 em enfermaria.

A taxa de ocupação de leitos de UTI registrou uma pequena queda, passando para 70,7% no estado e 83,1% na Grande São Paulo. Segundo a secretaria, isso se deve ao aumento do número de novos leitos criados pelo governo paulista.

O total de altas hospitalares de pacientes com coronavírus chegou hoje a 19.665.

FONTE: https://www.seade.gov.br/coronavirus/

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais estão 4.249 homens e 3.026 mulheres.
Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,9% das mortes.

Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (1.716 do total), seguida por 60-69 anos (1.696) e 80-89 (1.403). Também faleceram 491 pessoas com mais de 90 anos.

Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (1.056 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (541), 30 a 39 (280), 20 a 29 (61) e 10 a 19 (20), e 11 com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,8% dos óbitos), diabetes mellitus (42,9%), doença neurológica (11%), doença renal (10,4%) e pneumopatia (9,5%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática.

Esses fatores de risco foram identificados em 5.871 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,7%).
A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias