Menu
Terça, 16 de agosto de 2022

Estiagem não afeta abastecimento de água em Jaú, informa concessionária

Apesar da falta de chuvas, empresa diz que ações e investimentos garantem abastecimento

29 de Set 2021 - 18h:26 Créditos: Redação
Crédito: Assessoria/Águas de Jahu

A concessionária Águas de Jahu vem investindo continuamente no município, desde o início da concessão, em abril de 2015. Um reflexo importante desse fato, para a população, foi a eliminação da falta de água na cidade, mesmo em períodos de estiagem prolongada como o que vem ocorrendo.

Segundo o superintendente Ivan Mininel, já foram investidos cerca de R$ 65 milhões até o momento, atingindo resultados históricos para a cidade, com a universalização da água e esgoto para a população jauense. “Jaú já alcançou a marca histórica de 100% de água tratada e distribuída e 100% de esgoto coletado e tratado, o que pouquíssimos municípios do Brasil têm”, enfatiza Mininel.


“Trabalhamos dia e noite, 24 horas por dia, para que o sistema funcione adequadamente, fazendo investimentos constantes, seja na substituição e manutenção da rede quanto no treinamento de nossos colaboradores para a melhor execução dos trabalhos, além de manter uma frota em perfeitas condições de uso, para agilizar os atendimentos e serviços”, explica ele.

Mininel detalha que a concessionária investe na capacitação e reforço do sistema de captação e distribuição de água, com a construção de reservatórios, substituição e implantação de novas adutoras, melhorias no bombeamento das captações, melhorias na Estação de Tratamento de Água, reativação e adequação de poços e implantação de boosters, entre outras ações. Com isso, Jaú não tem mais problema de falta d’água, o que, antes, era recorrente em vários bairros da cidade.

Obra de adutora

Os investimentos são contínuos, sempre utilizando materiais e equipamentos modernos e de alta qualidade. Também são feitos, continuamente, estudos e ações de combate a perdas de água nas redes de distribuição, através da setorização por regiões da áreas de abastecimentos, realização de manutenções e substituições de redes e controle e monitoramento operacional.

A concessionária, enfatiza o superintendente, também investiu na ampliação do monitoramento das operações por meio do Centro de Controle Operacional (CCO). Pelo CCO, o sistema de distribuição de água é controlado remotamente em tempo real, 24 por dia e todos os dias da semana, observando-se os níveis dos reservatórios, vazões de água e acionamento de registros e bombas. “Todos esses investimentos foram fundamentais para que não haja desabastecimento em nenhuma região da cidade mesmo em épocas como esta”, ressalta Mininel.


widget de imagem

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias