Menu
Terça, 14 de julho de 2020

Jovem de 23 anos morre de covid após dar à luz gêmeos

Caso ocorreu em Macatuba; balanço regional aponta para 163 mortes

30 de Jun 2020 - 12h:03 Créditos: JC Net, com assessoria PMM e G1
Crédito: Larissa e Diego, à espera dos filhos gêmeos (FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Macatuba registrou na segunda-feira (29) a segunda morte por Covid-19. A vítima é uma jovem de 23 anos, que estava no terceiro trimestre de gestação de gêmeos e morreu após o parto. Os gêmeos seguem internados. Óbitos pela doença também ocorreram em Lins, Marília, Bariri e Bauru.

Segundo a Prefeitura de Macatuba, a gestante fez o pré-natal na rede particular de Lençóis Paulista e testou positivo para Covid no dia 12 de junho. "No dia 26 de junho, sentiu-se mal, deu entrada na maternidade de Lençóis e, no dia 27, foi transferida para um hospital particular de Botucatu. Após o parto, teve complicação e não resistiu", diz.

O site G1 trouxe mais detalhes sobre o caso:

Com Covid-19 e complicações durante o parto, Larissa Blanco, 23 anos, não resistiu e morreu, deixando dois bebês prematuros. Guilherme e Gustavo nasceram com 35 semanas de gestação e seguem internados. Os pais são de Macatuba, região de Bauru, e o parto foi feito em hospital de Botucatu. O caso comoveu a população.

“Deus permitiu que ela deixasse dois anjinhos (…) para me dar forças”, resumiu o pai, Diego Rodrigues, 24 anos, em declaração ao portal G1. Ele disse que viu a vida se transformar de repente. Infectada pelo coronavírus, a mulher foi submetida a parto de emergência, mas os filhos testaram negativo para Covid. “Me deu um alívio de ver eles bem”, disse o pai.

Larissa manifestou sintomas respiratórios dias antes de testar positivo para a doença, em 12/6, e seguia em isolamento domiciliar e sob monitoramento médico em casa. Porém, precisou ser internada na 6ª feira (26) e transferida para Botucatu na noite do sábado, ao entrar em trabalho de parto. “Ela olhou para aquela carinha maravilhosa e eu fiquei todo emocionado, era o sonho dela”, contou, narrando o nascimento do primeiro filho.

Mas após a cesariana do segundo bebê a coisa complicou. Ele deixou a sala de cirurgia para acompanhar os filhos e pouco depois recebeu a notícia de que Larissa havia sofrido uma hemorragia e passado por transfusão de sangue; em seguida teve uma parada cardíaca, indo a óbito no final da madrugada. “O médico disse que por causa da Covid, o corpo dela não conseguia cicatrizar”, resumiu Diego. “Com ela, eu construí uma família, me tornei homem”.


JC INFORMA MORTES DA REGIÃO

A terceira vítima da doença em Bariri é uma mulher de 85 anos, que morreu neste sábado (27), na Santa Casa de Jaú. Em Marília, o 12º óbito é o de uma mulher de 66 anos, pneumática crônica. Em Bauru, a vítima é um homem de 74 anos, diabético. A Prefeitura de Lins não divulgou detalhes.

A região soma 163 óbitos por Covid, registrados em Bauru (30), Lençóis (20), Botucatu (15), Jaú (12), Marília (12), Lins (12), Ibitinga (5), Piratininga (4), São Manuel (4), Barra Bonita (4), Pederneiras (4), Areiópolis (3), Bofete (3), Dois Córregos (3), Torrinha (3), Agudos (3), Bariri (3), Pirajuí (2), Igaraçu do Tietê (2), Bocaina (2), Cafelândia (2), Macatuba (2), Mineiros do Tietê (1), Brotas (1), Uru (1), Itatinga (1), Itapuí (1), Ubirajara (1), Santa Cruz do Rio Pardo (1), Pardinho (1), Sabino (1), Borebi (1), Duartina (1), Guaiçara (1) e Reginópolis (1).

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias