Menu
Terça, 14 de julho de 2020

Pessoa é presa em Jaú por policiais do Deic em operação que apura golpe em comércio eletrônico

Parte da operação comandada pelo Deic se concentrou em Jaú; envolvido teria cometido crimes idênticos no passado

30 de Jun 2020 - 14h:58 Créditos: HORAH e CENTRAL DA NOTÍCIAS
Crédito: Reprodução/Central da Notícia. Viatura da polícia estaciona em frente da loja de pneus na Av. Ana Claudina

Desde a manhã desta terça-feira a Polícia Civil circula pela cidade em ação para prender integrantes de suposta quadrilha que aplica golpe pela internet. Um dos oito presos estava em Jaú, em empresa de revenda pneus e que tem no histórico a empresa Neon Eletro, que é investigado por aplicar golpe pela internet. O site HORAH Notícias e o canal Central da Notícia trazem um resumo da operação, que culminou na apreensão de uma carreta de pneus, computadores e documentos da empresa localizada na Av. Ana Claudina. Abaixo, nota publicada pelo HORAH (https://horahnoticia.com.br/)

Oito mandados de prisão e 12 de busca e apreensão foram cumpridos em vários endereços de pessoas suspeitas de fazer parte de uma quadrilha de estelionatários que agia no Interior do Estado, inclusive em Jaú, região de Bauru. Policiais do Departamento Estadual de Investigações (Deic) de São Paulo, com apoio de agentes locais, deflagraram a operação na manhã desta 3ª feira (30). Todos os presos foram levados para a sede do Deic, na Capital.

Um dos endereços onde a operação se concentrou fica na Av. Ana Claudina, principal acesso a Jaú, com presença de grande número de viaturas e até de um caminhão para recolher computadores, documentos e mercadorias. A HP Auto Center é a empresa localizada neste endereço (em uma das áreas mais valorizadas da cidade), anunciava pneus a preços bem abaixo dos praticados no mercado. Ela seria propriedade de familiares de um dos presos pela polícia.

Henrique (apenas o primeiro nome foi informado) foi preso por participar anteriormente de golpes de estelionato por meio de um site de venda de produtos importados. As vítimas se viam atraídas pelos baixos preços, efetuavam a compra e o pagamento, mas não recebiam a mercadoria. O site se chamava 123importados.com, segundo divulgou o portal G1..

Viaturas da Polícia Civil e do Deic posicionadas na Av. Ana Claudina em Jaú, onde fica empresa que seria de familiares de um dos acusados de estelionato e outros crimes (FOTO: Central da Notícia/Reprodução)

A página Central da Notícia, de Jaú, informou que além de Henrique, sete outros investigados foram presos em São Paulo. Henrique seria dono da 123Importados e estaria sendo acusado de estelionato, crimes eletrônicos, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Ele também foi dono da Neon Eletro que, anos atrás, praticou golpes idênticos e estava sediada em Jaú. Agora, as investigações indicam que a esposa de Henrique e outro familiar seriam donos da empresa de pneus.


MATÉRIA DESTA QUARTA-FEIRA. MAIS DETALHES

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias