Menu
Domingo, 09 de maio de 2021

Ivan Cassaro recebe ‘chave da cidade’ e R$ 11 milhões livres para gastar, segundo Rafael Agostini

Rafael Agostini faz antepenúltimo ato de mandato de 8 anos e destaca equilíbrio financeiro da cidade entregue ao sucessor

31 de Dez 2020 - 16h:03 Créditos: Paulo César Grange
Crédito: PC Grange/Jaumais - Ivan Cassaro recebe chave de Agostini em cerimônia criada nos anos 70

O prefeito Rafael Agostini recebeu neste dia 31 de dezembro, no Salão Nobre, o prefeito eleito Ivan Cassaro e integrantes da imprensa da cidade para a solenidade simbólica de transmissão da Chave da Cidade para seu sucessor. Fora os elogios de praxe, o que o prefeito em fim de mandato quis realmente ressaltar é a situação financeira saudável da Prefeitura. Segundo ele, Jaú tem R$ 11,4 milhões em caixa para Cassaro “gastar de acordo com suas prioridades”. Depois, no fim do dia, ele inaugurou placa no Lago do Silvério e o Boulevard construído na Rua Major Prado.

No início da solenidade, ao lado de Cassaro e à frente das bandeiras de Jaú, São Paulo e Brasil, Agostini destacou a importância de se ter uma imprensa livre e fiscalizadora, teceu elogios à sua equipe de trabalho, que esteve presente ao seu lado ao longo de oito anos. Fez uma série de agradecimentos e disse estar orgulhoso por fazer a transmissão. Lembrou que oito anos atrás o prefeito que saiu, Oswaldo Franceschi, recusou-se a participar da cerimônia iniciada pelo ex-prefeito Jarbas Faracco (1969 a 1973). 

“Ninguém fica prefeito sem o apoio da população. Ninguém chega a administrar o Município sem passar pelo crivo do voto direito.  Estamos aqui hoje celebrando a democracia e a passagem de governo de forma mais democrática e acolhedora possível. Desejo que você faça uma gestão maravilhosa à frente de Jaú, que você possa melhorar aquilo que fizemos de bem e superar os desafios que não conseguimos superar nos nossos oito anos”, disse Agostini.


Admitiu que nenhum prefeito consegue resolver todos os problemas e desejou “sabedoria e sucesso” no trabalho de Ivan Cassaro a partir deste 1º de janeiro. “É isto que a cidade espera de todo prefeito que toma posse”.

Finanças em dia – Rafael Agostini lembrou que no discurso da posse dele, em janeiro de 2013, disse que se conseguisse colocar as contas da Prefeitura em dia estaria com a missão cumprida e realizado. Falou que a situação herdada era difícil, com déficit de mais de R$ 30 milhões e salários de servidores em atraso. “Estamos transferindo  a cidade com superávit financeiro de R$ 11 milhões de recursos livres”.

Pontuou que a Prefeitura tem em caixa R$ 28 milhões, incluindo contas a pagar, “dos quais R$ 11,4 milhões são recursos disponíveis livres de despesas empenhadas para a próxima administração”. E concluiu, ressaltando que os salários de janeiro dos servidores foram pagos antecipadamente. “Estou entregando uma administração pública muito mais saudável do que quando assumi oito anos atrás.”


Ivan e apoio geral

Ivan Cassaro, eleito em 15 de novembro com cerca de 50% dos votos válidos, foi econômico nas palavras, agradeceu a todos e às palavras de Agostini. “Sei que seu trabalho é um trabalho difícil. Agora eu conversando, como futuro prefeito, estou percebendo que não são fáceis as coisas. Mas acredito que com o apoio da população, dos nossos vereadores vamos fazer um trabalho que fique na lembrança da nossa cidade e do nosso povo.”

Disse estar emocionado pela oportunidade de ser prefeito pela primeira vez, falou da jornada que teve antes desse momento de receber a chave simbólica de Jaú. Prometeu honrar cada voto recebido e as promessas de governo. Pediu à população para ficar tranquila que a administração será transparente e de portas abertas, mesmo com essa pandemia que atrapalha os gestores públicos.  “Vamos trabalhar, que é o que a gente mais sabe fazer.”


O vice-prefeito a partir de janeiro, Tuco Bauab, neto do ex-prefeito Waldemar Bauab, falou sobre o fim da vereança e do novo desafio pela frente. “Vamos ter muito trabalho, colocar a casa em ordem e a casa em dia.” Sobre secretários a serem nomeados, prometeu para a primeira semana completar os 20 nomes do primeiro escalão – O Jaumais publicou hoje em  primeira mão os nomes de 14 deles.

Prefeito eleito, vice eleito e prefeito que deixa o comando da cidade estiveram na solenidade com seus filhos.

- Ivan Cassaro já tem 14 secretários definidos e deve fazer João Brandão presidente da Câmara.

VEJA A LISTA DISPONÍVEL

 - SOLENIDADE FOI TRANSMITIDA AO VIVO PELAS REDES SOCIAIS. VEJA REPORTAGEM DA CENTRAL DA NOTÍCIA






Placa em homenagem à transmissão da chave da cidade
Cassaro, Agostini e Tuco Bauab


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias